Resposta ao desafio dos Ateus


As perguntas foram respondidas de acordo com o EVANGELHO, perguntas acerca das questões inventadas pela igreja e religião, não cabe a mim responder, e sim aqueles que criaram esses dogmas pobres e atrasados.

Ateus Perguntam:


1. Se Deus nos ama tanto e quer que estejamos com ele, por que ele poria nossas almas em risco ao deixar a difusão de sua palavra a cargo de seres humanos falíveis, mentirosos e pecadores? Será que um professor deixaria um dos alunos assumir seu lugar se isto pusesse em risco o futuro da classe?

Resposta: Os próprios anjos quiseram  pregar o Evangelho, Deus não permitiu, porque se assim fosse, todos acreditariam e não seria fé e nem escolha, e sim livre espontânea pressão.

====================================================================
2. Se Satanás é o Pai da Mentira, como podemos ter certeza de que ele não enganou os cristãos e fez com que eles o adorassem como deus e rejeitassem o verdadeiro deus?

Resposta: Não enganou como? O que mais se tem são Cristãos enganados, adorando Maria, Ídolos e um JESUS comercial,  Esse Jesus anunciado pela cristandade atual é um anti-Jesus diabólico, feio, incompassivo sem misericórdia, caprichoso, um Jesus mesquinho, interesseiro avarento que só pensa em dinheiro, poder, em templos, um Jesus perverso e Diabólico.

====================================================================
3. Se Deus lançou o Diabo no inferno e o inferno é um lugar de castigo eterno, sem perdão, por que nos ensinam que o Diabo anda por aí nos tentando e nos possuindo? Um carcerário que deixa seus prisioneiros saírem para matar e roubar seria demitido por incompetência.

Resposta: Tradicionalmente através dos séculos, as igrejas têm ensinado e pregadores têm proclamado o inferno como tormento eterno. As línguas humanas estão cheias de palavras com multiplicidade de sentidos, dependentes do contexto em que aparecem. Isto não é argumento suficiente para se concluir que a Bíblia é "contraditória". Hades é uma coisa, Gehenna éoutra coisa, e Sheol uma terceira coisa. Infelizmente, é um mau-costume antigo traduzir as três coisas pela mesma palavra, "inferno".A palavra inferno, traduzida de suas línguas originais (Sheol, Hades, etc) simplesmente significa “sepultura”. Neste momento os ímpios estão “dormindo até aquele dia em que Deus julgará a todos”, pois a morte não passa de um sono que Jesus disse isto em (João 11:11-14) e devemos acreditar nele, segundo a bíblia a pessoa falecida está inconsciente até a volta de Jesus (Eclesiastes 9:5, 6 e 10). (I Coríntios 15:23) O "inferno" que é descrito no Evangelho, não se trata de um lugar para onde as pessoas vão após a morte, mas sim de uma confirmação de condenação e de aniquilação após o dia do Julgamento final, pois a palavra "inferno" deriva do latim e não aparece nenhuma vez nas escrituras originais! Se as pessoas que morrem hoje já vão para o céu ou para o inferno de condenação, por que Deus terá que realizar um juízo final? Afinal de contas já não estão todos julgados? lançados para o Tártaro (lugar de escuridão). Ora, se fosse o inferno de fogo, como seria escuro? A punição do pecado compreende não somente a primeira morte, a qual todos experimentam como resultado do pecado de Adão, mas também o que a Bíblia chama a segunda morte (Apocalipse 20:14; 21:8), que é a morte final e irreversível a ser sofrida pelos pecadores impenitentes. Isso significa que o salário final do pecado não é o tormento eterno, (Romanos 6:23),  a morte é sono temporário até o dia do Julgamento e um sono permanente depois do julgamento. (I Coríntios 15:16 a 18),(Apocalipse 20:14). (1 Tessalonicenses 4:13-18) A Bíblia ensina que não existe vida em forma de espírito após a morte, mas  existirá vida após a ressurreição do último dia (João 6:40). A declaração de Cristo de que os ímpios 'irão para o tormento eterno, mas os justos para a vida eterna'" (Mateus 25:46) ou "fogo que nunca se apagará" (Mateus 3: 12), por exemplo é geralmente considerada como prova do sofrimento eterno e consciente dos ímpios. O termo grego “αιωνιον”= aionios ("eterno") literalmente significa "aquilo que dura um período", e freqüentemente refere à permanência do resultado e não à continuação de um processo. Essa palavra qualifica objetos de uma natureza limitada e temporária; assim, indica apenas uma duração indeterminada (mas não eterna). A palavra aionios, traduzida como "eterno", "para sempre", significa literalmente "perdurando por um século”. (MUNSEY, William Elber – Eternal Retribution. Murfreesboro, TN, Sword of Lord Publishers, 1951, p. 65.) . Os comentaristas que crêem no tormento eterno deveriam avaliar esses versos bíblicos que mostram a curta duração de tempo no significado de aion. A Bíblia afirma que Davi seria rei de Israel eternamente (Ezequiel 37:25 ) e a mesma Escritura Sagrada diz que Davi morreu e que reinou sobre Israel 40 anos. (1 Reis 2:10 e 11; 1 Crônicas 29:27 e 28). Paulo também disse que Davi “adormeceu” (Atos 13:36). Perceba que o termo “eternamente” ou “para sempre” nesse verso simplesmente refere-se a um período de 40 anos, tempo em que Davi reinou. Ao considerar (Judas 7), evidentemente, o ‘fogo eterno’ que destruiu a Sodoma e Gomorra ardeu por um tempo e depois se apagou ou tais cidades queimam até hoje? Tais cidades más foram “reduzidas a cinzas”, (2 Pedro 2:6)  o que significa que o tipo de castigo dos ímpios nos últimos dias será o mesmo de Sodoma e Gomorra: queimarão e serão reduzidos a cinzas. Então Fogo eterno, tormento eterno, e derivados, significam que não se extinguirá até que haja queimado os últimos vestígios do pecado e dos pecadores. A Bíblia, frequentemente, usa aion, aionios e seus derivados hebraicos (olam, em suas várias formas) para falar de coisas que findam. Quando o significado de aionios (e seus derivados) tem uma denotação a existência infinita sempre existe um complemento reforçando a idéia, seria por exemplo no caso de referir-se a Deus e à Sua natureza, que ele faz questão de deixar bem claro em dizer ETERNO e perpétuo  complementa com Alpha e Omega, início e fim, o primeiro e o derradeiro. que é, e que era, e que há de vir, o Todo-Poderoso..” (Apocalipse 22:13) (Apocalipse 1:8.) , etc. As Escrituras Afirmam que não haverá nenhum traço de pecado após o julgamento. Eles serão consumidos. Eles serão queimados. A Bíblia diz tão claramente que eles serão transformados em cinzas. (Mal. 4: 3). Os textos Bíblicos usados por muitos ‘em favor’ da existência do inferno não foram corretamente traduzidos de sua língua original e foram tirados de seu contexto.“Aquele que não ama não conhece a Deus, pois Deus é amor”. (I João 4:8). Um Deus de amor jamais iria queimar alguém pela eternidade; sua justiça e misericórdia não permitem isto. Se Ele o que enviou Seu Filho unigênito para salvar os pecadores, pode também ser um Deus que tortura as pessoas (mesmo o pior dos pecadores) para sempre, indefinidamente?  Quem diz que existe um lugar cuja o único propósito é queimar e tostar as pessoas eternamente, por puro sadismo, por não concordaram em seguir a Deus e seus mandamentos, de fato não conhece a Deus.

====================================================================
4. Se Satanás consegue entrar até nas igrejas e fazer com que as pessoas tenham pensamentos impuros durante os cultos, como os cristãos podem ter tanta certeza de que ele não influenciou a redação e a composição da Bíblia segundo seus interesses?

Resposta:  Quanto a entrar nas "Igrejas"

Atos 17:24-25
O Deus que fez o mundo e tudo que nele há, sendo Senhor do céu e da terra, não habita em templos feitos por mãos de homens; Nem tampouco é servido por mãos de homens, como que necessitando de alguma coisa; pois ele mesmo é quem dá a todos a vida, e a respiração, e todas as coisas;

O CRIADOR não habita nesses locais, a igreja somos nós, cada um de nós, não é o templo. Na verdade o significado da palavra igreja é "chamados para fora" de onde? do Templo Religioso é claro.

Nós somos o TEMPLO!
É em nós que o ESPÍRITO habita.
Não em algo construído por mão humanas.

Quanto a deturpações Bíblicas.

Como os cristãos podem ter tanta certeza de que ele não influenciou a redação e a composição da Bíblia segundo seus interesses? Quem disse que não? A Bíblia que conhecemos não é a Escritura pura, foi aditivada de várias formas, com Epígrafes, Capítulos, Versículos e Concordância. Tudo isso foi colocado pra enganar os escolhidos. A Escritura pura foi escrita em couro de boi ou em papiro. Temos que ter a consciência de que a bíblia não é a escritura original, trata se de uma tradução da tradução de outra tradução, então é comum que em alguns tópicos haja contradições entre as palavras e sentidos.  Capítulos e versículos foi a pior praga já inventada, sabe porque?  INCITA A LEITURA DE VERSOS ISOLADOS, por isso, É PRECISO ENTENDER todo o contexto, com que finalidade o texto foi escrito, porque foi escrito, pra quem foi escrita, quais as circunstâncias que levaram ele a dizer o que disse? Exemplo: Se você escrever um texto pra mim, de 30 linhas. Eu pegar as duas linhas do seu texto, eu vou entender a sua mensagem da mesma maneira que eu lendo as 30 linhas? Você fez a carta para eu ler as 30 linhas, não duas. Você não se irritaria? Talvez eu pegue as duas linhas, que representa a expressão da sua ironia, e interpreto ao inverso como mandamento...Raciocinem....

E como vou saber se as suas palavras não se perderam?

Em 2400 Manuscritos antigos e todos eles dizem as mesmas coisas sobre Jesus.

- Tácito era o governador da Ásia em 112 D.C
- Suetônio historiador romano da corte de Adriano escritor da Casa Imperial (69-122 d.C.).
- Plinio foi o governador da Bitínia, na Ásia Menor (112 A.D.),
- Tertuliano Jurista e teólogo de Cartago, . (197 A.D)
- Talo historiador samaritano  que escreveu em 52 A.D.
- Phlegon de Lydia esta registrado que em aproximadamente 138 D.C
- No Museu Britânico  filosofo estóico sírio chamado Mara Bar-Serapião.  70 D.C
- Justino mártir Por volta de 150 A.D
- Flávio Josefo (37-100 AD)
- Talmude Babilônico, Sanhedrim 43a
- O pesquisador judeu Joseph Klausne
- Luciano de samosata escritor satírico do século segundo, tendo zombado de Cristo.
- Enciclopédia Britânica emprega 20.000 palavras para descrever a pessoa de Jesus

Existem inúmeros documentos atestando a existência de Jesus Cristo como sendo um grande mestre, profeta e operador de milagres. Cristo não só é mencionado por pessoas favoráveis a Ele mas também por inimigos, isto é prova suficiente para vermos que foi uma pessoa real e não mais uma lenda ou mito religioso. "Alguns escritores podem brincar com a idéia fantasiosa de um 'mito de Cristo', mas não podem fazê-lo com base nos dados históricos. A historicidade de Cristo é tão axiomática para um historiador desprovido de preconceitos como é a historicidade de Júlio César. Não são os historiadores que propagam as teorias a respeito de um 'mito de Cristo'". Otto Betz conclui que "nenhum pesquisador sério se aventurou a postular a não historicidade de Jesus". firmando que Jesus não existiu se faria necessário provar que os cristãos e Apóstolos do primeiro século também não teriam existido. Seria preciso mudar todo um contexto de uma época para tal. Pois se Cristo não existiu por que milhares de cristãos primitivos morreriam por uma lenda tão recente? Lenda a qual seria muito fácil de ser destruída? Como Pedro, Paulo, Tiago e outros homens de tamanha devoção morreriam por algo que sabiam terem inventado? Pois sabemos por meio de documentações históricas que morreram por não negar esta fé. A Historia não somente confirma a existência de um Homem-Deus chamado Jesus como também aponta para uma influencia fantástica e indescritível causada por este Senhor na vida de vários discípulos.

E nenhum deles se contradiz com os evangelhos no que diz respeito aos  "ensinamentos revolucionários" do MESTRE. Em síntese: O evangelho é a mensagem de Jesus! É a mensagem de como Jesus tratava as pessoas, como ele agiu, o que ele fazia, como ele vivia, e ainda, um convite a viver desse modo, pois o pai é daquele jeito. Ninguém pregou o evangelho melhor que Jesus, vivendo o evangelho na sua vida, e se fizermos isso, veremos, que somos seus discípulos, não em letras de pedras, mas, no dia a dia! (Hb 8:8-11) Amando uns aos outros, se compadecendo, perdoando, andando em piedade, humildade, mansidão, como ele o fez (Gl 5:22), só o andar Nele faz se, estar Nele (1 Jo 2:29) isso é o evangelho o resto é doutrinações.

====================================================================
7. Se Deus é onisciente, como ele poderia ter se arrependido de sua criação?

Resposta: Os Homens do Antigo Testamento, estavam tentando se comunicar com pessoas que viviam em  trevas, assim sendo, ao descreverem “Deus” descreveram o com Antropomorfismo. Antropomorfismo é a ausência total de possibilidade descritiva (através do idioma) do que seja o sentir divino sobre a vida!  Ou seja dar uma forma humano um sentimento humano a algo Divino que é indescritível. O desgosto de Deus vira “ódio”, a tristeza de Deus se torna em “arrependimento”, a disciplina de Deus vira a “Ira de Deus”, trabalhar um dia para poder pagar uma dívida vira "Deus apóia a escravidão" e uma multidão de ignorantes fanatizados religiosos expondo interpretações infundadas,  tendenciosas  e proselitistas.

====================================================================
8. Se a alma é imaterial e o corpo é material, como é que a alma fica ligada ao nosso corpo?

Resposta: A Alma na Bíblia significa indivíduo. O espírito que é o fôlego da vida  que habita em nós, o espírito e que vivifica, que dá a vida. Quando se fala em corpo, alma e epítrito, o corpo é o envoltório material e temporário, a alma é a essência, os sentimentos, emoções e particularidades da pessoa, poderia a te se dizer que é a mente, é você. Quem leu os evangelhos, compreende que a matéria, o mundo material e físico é uma das criações mais simples de Deus, é apenas uma "escolinha". As escrituras não especificam, mas segundos os Kardecistas, o que prende o corpo na alma é um tipo de campo  magnético chamado Peri-Espírito.

====================================================================
9. Por que Deus mandou o dilúvio para eliminar o mal da Terra? Não funcionou! O mal voltou logo em seguida. Deus já deveria saber que isto iria acontecer, então por que ele se deu ao trabalho?

Resposta: O livro de Gênesis nos diz no capitulo quatro que o Dilúvio foi causado por uma interferência alienígena na natureza do homem e das criaturas, as quais corromperam o seu caminho natural. Os Benai Elohim [os filhos de Deus], termos somente usado no VT para designar anjos [como é também o caso no Livro de Jó], tomaram mulheres dos melhores genes e da mais elevada estética feminina, e as usaram para procriação, gerando os Nephilim [que significa os que caíram]; os quais se tornaram os Gigantes da Antiguidade, conforme registro não apenas bíblico, mas também presente nos mitos de quase todos os povos antigos, dos Nazca aos Gregos e Chineses. Aquele mundo foi afogado em razão disso, segundo a Bíblia. Os Nefilins, são seres ESPIRITUAIS E CELESTIAIS, os Anjos desertores, caídos, derrubados, são os falsos Deuses [Elohim] Os “caídos” procuraram se misturar com a linhagem de Adão por causa da promessa desviar um redentor através de seus descendentes. Os Filhos de Deus viram que as mulheres eram um “extensão” adequada, pois eles buscavam estender a si mesmos do mundo espiritual para este mundo, bem como extender-se aos “filhos da promessa”, a linhagem de Adão. Satanás tentou impedir o nascimento, no futuro distante, do Messias. “Guerra Genética” Os anjos caídos, como seres espirituais, não podem ter relações sexuais com seus corpos celestes, somente esse ato poderia acontecer, se eles estivessem em forma humana. Isso é não guardar seu estado original ou guardar seu principado, isso significa ir após outra carne. Dessa união sexual de anjos materializados com mulheres nasceram uma raça hibrida. A raça de nefilim surgiu dessa união, mas, o certo é que a raça híbrida,  foi eliminada.
====================================================================
10. Se Deus é imutável, porque ele precisou “mudar as regras” enviando-se Jesus na Terra?

Resposta: DEUS é imutável, o ser humano não. Os Dez mandamento que eram conhecidos como princípios das Leis de Deus, que são a base fundamental de seu reino. a Lei de Deus sempre foi o AMOR, no entanto como o povo de Israel não tinha a capacidade de amar, Deus explicou minuciosamente, com todas as particularidades e esmiuçou o que seria o “amor” em dez tópicos que foram chamados Os Dez Mandamentos, estabelecidos oficialmente a Israel no monte Sinai através da Lei de Moisés. Paulo explica detalhadamente que as leis foram colocadas sobre Israel porque eles não conseguiam amar, por causa da dureza de seus corações, assim sendo não conseguiam cumprir através do livre arbítrio a lei Universal de Deus chamada AMOR. Naquela época não havia um justo, nem um sequer (Rm 3:10-28), a maldade daquelas pessoas era resultado da falta de amor que sempre foi a Lei de Deus , quem ama não mata, não furta, não peca, não da falso testemunho, não cobiça; e se há algum outro mandamento, tudo se resume em amor. (Rm 13:8-10). Com o objetivo de reprimir as pessoas más, MOISÉS criou as Leis menores exclusivamente para Israel que são classificadas em estatutos, juízos, preceitos e ordenanças baseada no Dez Mandamentos, a fim de que as pessoas de coração duro aprendessem a amar através dessas leis. Ora, onde há amor faz se desnecessário qualquer tipo de lei. Agora a LEI de MOISÉS nada tem a ver com a LEI DE DEUS, EXPLICAREI ISSO A FRENTE.

====================================================================
11. Por que um deus todo-poderoso teve que se tornar carne para poder se sacrificar em seu próprio nome, de modo a livrar sua criação de sua própria ira? Será que Deus, em sua sabedoria infinita, não teria uma solução menos primitiva?

Resposta:  Ele veio nos Justificar do Pecado de Adão (que acreditamos ser uma alegoria, e não a realidade exata) Adão nos trouxe a morte, Jesus nos trouxe vida, mas não nessa terra, não nesse mundo, não aqui. Adão comeu o fruto (DESOBEDIÊNCIA) que o faria  se transformar em um animal e morrer (matéria bruta e imperfeita) e deu sequência criando mais outros animais, que geraram mais animais... CAUSA E EFEITO, AÇÃO E CONSEQUÊNCIA, depois de sermos animais, num mundo inferior, a dizer, a matéria,  que é o único lugar possível de cura para o homem embreagado pela vaidade do suposto conhecimento do "Bem e do Mal". Isso entretanto, não acontece sem dor, pois só a dor cura a vaidade. O estranho é que a dor não gera o egoísta, mas sim o altruísta; enquanto a ausência de dor gera auto-indulgência aos desejos e caprichos da vaidade, e, assim, apenas produzindo o egoísta. Seja qual for a qualidade da dor, ela será necessária na transformação da vaidade do homem no seu estado ANIMAL, a dizer no mundo material! O SACRIFÍCIO foi a forma que DEUS encontrou para a justiça não entrar em conflito com a misericórdia! (Sim, qualquer que se diga justo, e age com misericórida com quem não merece, torna-se injusto com os merecedores) Por isso, Jesus veio ao mundo, deu a sua vida, morte em troca da vida, absorveu as consequências da transgreção de Adão (vida material ou morte) e providenciou a VIDA (Mundo Celestial), que filhos de ANIMAIS (MATÉRIA BRUTA) QUE ADÃO GEROU não teriam mais por o direito de usufluir. Ele nos comprou a preço de sangue, por isso a salvação vem da Fé NAQUELE QUE NOS COMPROU. ORA FÉ,  é em resumo a intimidade/amizade com Deus, quem é amigo de Deus PROCURA PRATICAR AS obras QUE  CRISTO PRATICOU! De forma que as obras não são a casua, mas sim o efeito de uma fé viva em Cristo.

====================================================================
12. Se tudo é “parte do plano de Deus”, como dizem os crentes, então Deus planejou todas as desgraças, todas as catástrofes e todos os nossos pecados e não precisamos sentir culpa por nada nem fazer nada para corrigir as coisas.

Resposta:  “Tudo parte do plano de Deus”, não procede, algumas coisas foram planos de Deus, outras não, a maioria das coisas foram conseqüência de nossas próprias ações.

====================================================================
16. Como Deus pode ter emoções (ciúme, raiva, tristeza, amor…) se ele é onipotente, onisciente e onipresente? Emoções são uma reação, mas como Deus pode reagir a algo que ele já sabia que iria acontecer e até planejou? 

Resposta: Respondido na questão 7

====================================================================
20. Como podemos ser felizes no céu sabendo que pessoas que amamos estão sofrendo no inferno? Um crente me disse que as memórias que temos dos entes queridos são apagadas para não sofrermos no céu. Mas se perdemos nossa memória, não deixamos de ser nós mesmo?

Resposta:  respondido na questão 3

====================================================================
22. Por que Deus abriu o Mar Vermelho para que Moisés tirasse os judeus do Egito mas não abriu os portões dos campos de concentração?

Resposta: Profecia cumprida de Jeremias, eles Rejeitaram o filho, todas as promessas de Deus morrem no filho.

====================================================================
23. Por que dizem que temos livre arbítrio se só há duas opções: seguir a Deus e ir para o céu ou desobedecer e ir para o inferno?

Resposta: Errado, Aceite a vida que Jesus veio oferecer e tenha vida eterna, não aceite, e continue com a Morte que Adão lhe ofereceu. Isso você sempre teve! Inferno é sepultura em hebraico, fim da linha, não há eternidade de fogo.

====================================================================
24. Em Isaías 40:28 diz “Não sabes, não ouviste que o eterno Deus, o SENHOR, o Criador dos fins da terra, nem se cansa, nem se fatiga?”. Então como é que os católicos dizem que Deus descansou no sétimo dia no Gênesis?

Resposta: A palavra certa é "repousou", ou seja algo que está em constância ou em trabalho, deixou de realizar o trabalho, ele estacionou.

====================================================================
25. Adão e Eva tinham umbigos?

Resposta: Eles são Alegorias. São Sombras e não a realidade exata. A mulher formada de uma costela de Adão é uma alegoria, aparentemente pueril, se admitida ao pé da letra, mas profunda, quanto ao sentido. Tem por fim mostrar que a mulher é da mesma natureza que o homem, que é por conseguinte igual a este perante Deus e não uma criatura à parte, feita para ser escravizada e tratada qual hilota Tendo-a como saída da própria carne do homem, a imagem da igualdade é bem mais expressiva, do que se ela fora tida como formada, separadamente, do mesmo limo. Eqüivale a dizer ao homem que ela é sua igual e não sua escrava, que ele a deve amar como parte de si mesmo. O termo hebreu haadam, homem, do qual se compôs Adão e o termo haadama, terra, têm a mesma raiz. Entendemos que eles eram seres espirituais, e após a desobediência comeram do fruto que os transformavam em animais (matéria bruta), como o reino de Deus não é de carne e sangue, cairam no mundo material.

====================================================================
26. Judeus tradicionais dizem que o nome de Deus é impronunciável e por isso o chamam de Javé ou JHVH. Como é que então alguém pode ser acusado de falar seu nome em vão se ninguém sabe qual é?

Resposta: YHWH  É IMPRONUNCIÁVEL?? BOBAGEM, ELES NÃO querem que saibam o  NOME do Deus de ISRAEL, escondem de todos. A pronûncia é Yahweh, ou Yahwuh, e significa "eu sou" dependendo do sotaque...obs: Hebraico não tem “J”  Essa letra foi instiuida na tradução de Lutero do Grego para o Alemão, na Alemanha essa letra "J" tem o som de Y. Os tradutores portugueses apenas copiaram da tradução do protestante sem levar em conta o som.

====================================================================
30. Por que precisamos rezar se Deus já sabe de tudo o que vamos dizer e do que precisamos? Será que ele gosta que nos humilhemos diante dele?

Resposta: Não precisamos rezar, precisamos ORAR, a etimologia da palavra é oratória, falar, conversar com ele, para que se tenha mais intimidade, na verdade, falar é uma necessidade nossa, ele não precisa que falemos com ele. Nos é que temos a necessidade de manifestações físicas.

====================================================================
34. Como Adão e Eva podiam saber que era errado comer da Fruta do Conhecimento se só ao comê-la saberiam o que era bom e mal, certo e errado?

Resposta:  A alegoria afirmava que Eles conheciam apenas a LUZ mas não as trevas, a fruta trouxe o conhecimento das trevas, do mau, da morte no mundo caído.

====================================================================
35. Se Deus detesta tanto o prepúcio que manda que os homens sejam circuncidados, por que ele os criou assim?

Resposta: Isso era só uma aliança com o povo de Israel, vinda dos patriarcas como explicou Jesus, pois o povo primitivo dotado de influências supersticiosas egípcias tinham por necessidade algo que os lembrasse de Deus, de forma visível, uma marca física, não se contentavam apenas com o espiritual, portanto, os patriarcas deram essa marca por causa dos homens.

====================================================================
36. Como podemos ofender a Deus se não é possível surpreendê-lo?

Resposta: Ofender ele é ofender o próximo, quer ajudar a Deus, ajude o próximo, quer acolher Deus, acolha o próximo, quer cultuar a Deus, Não minta para seu próximo! Quer servir a Deus? Tenha mãos para servir ao próximo! Tudo para o próximo, pelo próximo e a favor do Próximo, Amando o próximo amo a Deus! Amando uns aos outros saberão sois meus discípulos!” Quer ser o Maior? Seja o menor, o mais humilde, o mais manso! Abandone a Arrogância!

====================================================================
38. Em 1 Coríntios 15:50 diz “Isto afirmo, irmãos, que a carne e o sangue não podem herdar o reino de Deus, nem a corrupção herdar a incorrupção”. Como Jesus pôde então ascender ao reino de Deus se ele mesmo é carne e sangue?

Resposta: O corpo dele tem a capacidade de ser transfigurado em luz, o nosso não... e ele fez isso antes mesmo de morrer. Foi dito essas palavrs para mostrar que o reino de Deus não é feito por seres humanos como o vemos hoje, e sim por um corpo reluzente, encandecente, outro tipo de matéria, que vai além desta dimensão. A teoria da pluralidade dos mundos habitados apontada pela Ciência tomou vulto nos últimos tempos, e vários teólogos têm quebrado a cabeça para resolver o problema de uma possível descoberta, nos próximos anos, de outro planeta habitado. Como estender a posteriori a origem divina do homem terreno aos homens de outros mundos? Como estender-lhes também a salvação em Cristo? Um dos expedientes mais eficazes é o da união, não apenas formal, dos Evangelhos à velha Bíblia judaica, pois Jesus se referiu às muitas moradas da Casa do Pai. Mas acontece que, apesar da confusão já feita, popularmente, entre Bíblia e Evangelho, há o fato histórico irredutível da grande distância temporal entre esses dois livros, e mais, o fato também histórico e irredutível de que o Evangelho englobando todos os seus tomos, não apenas complementa, mas principalmente reforma a Bíblia.

====================================================================
39. Por que Deus criou o Mal (Isaías 45:6-7) se ele não quer que o pratiquemos? Por ele cria as pessoas que já sabem vão para o inferno?

Resposta: Deus permite o mal sim! ENTÃO DEUS É MAL? Não existe na linguagem humana, palavras que possam definir a verdadeira natureza da Divindade Quando O INDIVÍDUO atinge o estágio da plenitude e unidade da fé, este, compreende o Criador de modo mais profundo, até então a sua idéia a respeito do Pai é apenas relativa ao seu grau de adiantamento espiritual. Na verdade, qualquer um percebe que, somente na face do horror, da dificuldade, e das aflições é que o homem encontra a nobreza, e quão nobre ele fica nesse tipo de situação. Deus pôs limite à satisfação das necessidades: desse limite a saciedade adverte o homem; se este o ultrapassa, fá-lo voluntariamente. As doenças, as enfermidades, a morte, que daí podem resultar, provêm da sua imprevidência, não de Deus. Entretanto, Deus, todo bondade, Pôs o remédio ao lado do mal, isto é, faz que do próprio mal saia o remédio. Um momento chega em que o excesso do mal moral se torna intolerável e impõe ao homem a necessidade de mudar de vida. Instruído pela experiência, ele se sente compelido a procurar no bem o remédio, sempre por efeito do seu livre-arbítrio. Quando toma melhor caminho, é por sua vontade e porque reconheceu os inconvenientes do outro. A necessidade, pois, o constrange a melhorar-se moralmente, para ser mais feliz, do mesmo modo que o constrangeu a melhorar as condições materiais da sua existência. O erro esta em pretender-se que a alma haja saído perfeita das mãos do Criador, quando este, ao contrario, quis que a perfeição resulte da depuração gradual do Espírito e seja obra sua. Houve Deus por bem que a alma, dotada de livre-arbítrio, pudesse optar entre o bem e o mal e chegasse a suas finalidades últimas de forma militante e resistindo ao mal. Se houvera criado a alma tão perfeita quanto ele e, ao sair-lhe ela das mãos, a houvesse associado à sua beatitude eterna, Deus tê-la-ia feito, não à sua imagem, mas semelhante a si próprio. Pode dizer-se que o mal é a ausência do bem, como o frio é a ausência do calor. Assim como o frio não é um fluido especial, também o mal não é atributo distinto; um é o negativo do outro. Onde não existe o bem, forçosamente existe o mal. Não praticar o mal, já é um princípio do bem. Deus somente quer o bem; só do homem procede o mal. Se na criação houvesse um ser preposto ao mal, ninguém o poderia evitar; mas, tendo o homem a causa do mal em SI MESMO, tendo simultaneamente o livre-arbítrio e por guia as leis divinas, evitá-lo-á sempre que o queira. A mensagem de Jesus  tem por destino a vida espiritual, porém, nas primeiras fases da sua existência corpórea, somente a exigências materiais lhe cumpre satisfazer e, para tal, o exercício das paixões constitui uma necessidade para o efeito da conservação da espécie e dos indivíduos, materialmente falando. Mas, uma vez saído desse período, outras necessidades se lhe apresentam, a princípio semimorais e semimateriais, depois exclusivamente morais. É então que o Espírito exerce domínio sobre a matéria, sacode-lhe o jugo, avança pela senda providencial que se lhe acha traçada e se aproxima do seu destino final. Se, ao contrário, ele se deixa dominar pela matéria, atrasa-se e se identifica com o bruto. Nessa situação, o que era outrora um bem, porque era uma necessidade da sua natureza, transforma-se num mal, não só porque já não constitui uma necessidade, como porque se torna prejudicial à espiritualização do ser. A destruição recíproca dos seres vivos é, dentre as leis da Natureza, uma das que, à primeira vista, menos parecem conciliar-se com a bondade de Deus. Pergunta-se por que lhes criou ele a necessidade de mutuamente se destruírem, para se alimentarem uns à custa dos outros. Para quem apenas vê a matéria e restringe à vida presente a sua visão, há de isso, com efeito, parecer uma imperfeição na obra divina. É que, em geral, os homens apreciam a perfeição de Deus do ponto de vista humano; medindo-lhe a sabedoria pelo juízo que dela formam, pensam que Deus não poderia fazer coisa melhor do que eles próprios fariam. É dicícil, a curta visão, de que dispõem o homem, compreenderque um bem real possa decorrer de um, mal aparente, ou seja, nem todo ruim faz mal, e nem todo bom faz bem, a dor não gera o egoísta, mas sim o altruísta; enquanto a ausência de dor gera auto-indulgência aos desejos e caprichos da vaidade, e, assim, apenas produzindo o egoísta, somente a tribulação, ou a provação, ou a tentação, ou as fraquezas nos fazem produzir o Fruto da Vida. 

====================================================================
41. Por nós já não nascemos sabendo tudo sobre Deus, por que temos que descobrir qual é a religião certa e ainda decifrar seus enigmas?

Resposta: Não existe enigma nenhum, o mandamento dele é amor ao próximo e a promessa vida eterna, o resto é bobagem da religião.

====================================================================
45. De acordo com Mateus 5:17, Jesus não veio abolir a Lei e os profetas, apenas completá-los, e que nem uma vírgula deverá ser alterada enquanto existirem céu e terra. Como Jesus ainda não voltou, a Lei ainda está valendo, portanto, por que não saímos por aí queimando bruxas, apedrejando adúlteras e crianças desobedientes, matando homossexuais, excluindo gente que trabalha aos sábados (enfermeiras, médicos etc.), aspergindo sangue nos altares, arrancando a cabeça de passarinhos e sacrificando pessoas a Deus (Levítico 27:28) ?

 Resposta: Não, Jesus cumpriu a lei, repare que, estava escrito na própria lei, que ela, vigoraria ate a chegada do messias. Cristo chegou e como ele, toda a aliança com de  Moisés acabaria ali, a nova aliança começara, vinho novo em Odre novo! O próprio fato dele, se fazer presente, é o cumprimento da lei e de seu fim também. 

Veja:

Atos 15:5-2
"Alguns, porém, da seita dos fariseus, que tinham crido, se levantaram, dizendo que era mister circuncidá-los e mandar-lhes que guardassem a lei de Moisés. Congregaram-se, pois, os apóstolos e os anciãos para considerar este assunto. E, havendo grande contenda, levantou-se Pedro e disse-lhes: Homens irmãos, bem sabeis que já há muito tempo Deus me elegeu dentre nós, para que os gentios ouvissem da minha boca a palavra do evangelho, e cressem. E Deus, que conhece os corações, lhes deu testemunho, dando-lhes o Espírito Santo, assim como também a nós; E não fez diferença alguma entre eles e nós, purificando os seus corações pela fé. Agora, pois, por que tentais a Deus, pondo sobre a cerviz dos discípulos um jugo que nem nossos pais nem nós pudemos suportar?[a lei] Mas cremos que seremos salvos pela graça do Senhor Jesus Cristo, como eles também.Então toda a multidão se calou e escutava a Barnabé e a Paulo, que contavam quão grandes sinais e prodígios Deus havia feito por meio deles entre os gentios. E, havendo-se eles calado, tomou Tiago a palavra, dizendo: Homens irmãos, ouvi-me: Simão relatou como primeiramente Deus visitou os gentios, para tomar deles um povo para o seu nome. E com isto concordam as palavras dos profetas; como está escrito: Depois disto voltarei, E reedificarei o tabernáculo de Davi, que está caído, Levantá-lo-ei das suas ruínas, E tornarei a edificá-lo[JESUS O FEZ, somos nós 1 Coríntios 3:16-17]. Para que o restante dos homens busque ao Senhor, E todos os gentios, sobre os quais o meu nome é invocado, Diz o Senhor, que faz todas estas coisas,Conhecidas são a Deus, desde o princípio do mundo, todas as suas obras.Por isso julgo que não se deve perturbar aqueles, dentre os gentios, que se convertem a Deus. Mas escrever-lhes que se abstenham das contaminações dos ídolos, da prostituição, do que é sufocado e do sangue. Porque Moisés, desde os tempos antigos, tem em cada cidade quem o pregue, e cada sábado é lido nas sinagogas."

Ou seja, de todo o antigo testamento, a única coisa que devemos guardar é "que se abstenham das contaminações dos ídolos, da prostituição, do que é sufocado e do sangue." Na verdade Pedro pediu para que observassemos esse preceito porque existiam um grande número de Fariseus se convertendo, e para eles, era muito difícil abandonar todos os costumes Judaicos, não comiam animais sufocados, desde a fundação de Israel, ele pediu que observa-se esse preceito para não criar contenda. Mas quem conhece o Evangelho sabe que tudo é puro, e todas as coisas são permitidas, porem nem tudo nos convém fazer.

Veja o que é dito acerca das tradições Judaicas dados pela LEI:

Colossenses 2:16-18
Portanto, ninguém vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa dos dias de festa, ou da lua nova, ou dos sábados, Que são sombras das coisas futuras, mas o corpo é de Cristo. Ninguém vos domine a seu bel-prazer com pretexto de humildade e culto dos anjos, envolvendo-se em coisas que não viu; estando debalde inchado na sua carnal compreensão.

Colossenses 2:20-211 
Se, pois, estais mortos com Cristo quanto aos rudimentos do mundo, por que vos carregam ainda de ordenanças, como se vivêsseis no mundo, tais como: Não toques, não proves, não manuseies?[superstições]

Gálatas 4:3
Assim também nós, quando éramos meninos, estávamos reduzidos à servidão debaixo dos primeiros rudimentos do mundo.

Gálatas 4:9
Mas agora, conhecendo a Deus, ou, antes, sendo conhecidos por Deus, como tornais outra vez a esses rudimentos fracos e pobres, aos quais de novo quereis servir?
Aonde estão esses "rudimentos fracos e pobres"? da "infância" dos Povos? 

PENTATEUTO:
GÊNESIS: GENEALOGIA
ÊXODO: SAIDA DO POVO DO EGITO
LEVÍTICO:PRINCIPIOS MORALISTAS PARA TRIBO DE LEVI DE ONDE SAI A FUNÇÃO SACERDOTAL PERIGRINAÇÃO DO DESERTO E OS ENCALÇOS QUE HOUVERAM NA ÉPOCA DEUTERONONIMOS: REPETIÇÃO DAS LEIS PARA ENTREGA DO SUSSESSOR DE MOISÉS, JOSUÉ POSSAM ADENTRAR
TANA = ANTIGO TESTAMENTO TODO
TORA = APENAS OS 5 LIVROS PRIMEIROS - LEIS MORAIS 

Cristo, tomando da antiga lei o que é eterno e divino e rejeitando, o que era transitório, e o que era puramente disciplinar e de concepção humana (João 7:22), rejeitando o que não eram de seu Pai eterno. As pessoas não levam em conta que ouve durante séculos a tradição oral, para só então começarem a anotar...é claro que muito se perdeu, e muito foi exagerado e influenciado por fábulas...Jesus confirmou na lei (Leis, Salmos e Profetas) apenas o que era divino, e digo, eram pouquíssimas coisas. PORTANTO A LEI DE DEUS FORAM OS DEZ MANDAMENTOS, O RESTANTE É LEI DE MOISÉS O LEGISLADOR, E EM MUITO ELE ATRIBUIU DIVINDADE AO QUE NÃO ERA!

João 1:17
Porque a lei foi dada por Moisés; a graça e a verdade vieram por Jesus Cristo.
 
Rm 4:14
Porque, se os que são da lei são herdeiros, logo a fé é vã e a promessa é aniquilada.   

Rm 6:14
Não estais debaixo da lei, mas debaixo da graça.   
 

Rm 7:6
Libertados da lei, em novidade de espírito, e não na velhice da letra [LEI].   
 

Rm 10:4 
O fim da lei é Cristo para justiça de todo aquele que crê.   

Hebreus 7:18 
Precedente mandamento é ab-rogado por causa da sua fraqueza e inutilidade   

Hebreus 8:6-7 
Mediador de uma melhor aliança, Porque, se aquela primeira fora irrepreensível  

Rm 9:4  
Os israelitas, dos quais é a adoção, a glória, as alianças, a lei, o culto, e as promessas;   
[Os israelitas OU É PARA nós?]

Hebreus 8:13-Hebreus 9:1
Dizendo Nova aliança, envelheceu a primeira. Ora, o que foi tornado velho,  a primeira tinha ordenanças de culto divino, e um santuário terrestre. 
[Culto no templo religioso é lei de Moisés, rudimento fraco e pobre!]
 
Hebreus 9:15 
Mediador de um novo testamento para remissão que havia sob o  primeiro testamento 

Hebreus 9:16 -17 
Porque onde há testamento, é necessário que intervenha a morte do testado 

Hebreus 10:26   
Porque, se pecarmos voluntariamente já não resta mais sacrifício pelos pecados,  

Hebreus 12:24
E a Jesus, o Mediador de uma nova aliança, e ao sangue da aspersão, que fala melhor do que o de Abel. 


2 Cor 3:11
Porque, se o que era transitório foi para glória, muito mais é em glória o que permanece.

[ou seja, NOVO TESTAMENTO com a morte do testador, invalida o velho testamento! Ele era transitório]

2 Cor 3:14
Levantam na lição do velho testamento, o qual foi por Cristo abolido;  


Gálatas 2:16
Sabemos que o ninguém é justificado pela prática da lei, mas mediante a fé em Jesus Cristo.
Assim, nós também cremos em Cristo Jesus para sermos justificados pela fé em Cristo, e não pela prática da lei,  porque pela prática da lei ninguém será justificado.   

Gálatas 2:19
Porque eu, pela lei, estou morto para a lei, para viver para Deus.   


Gálatas 3:13 
Cristo nos resgatou da maldição da lei, se fazendo maldição por nós...   

Gálatas 3:10  
Todos aqueles, pois, que são das obras da lei estão debaixo da maldição.   

Gálatas 5:1 
Firmes na liberdade com que Cristo nos libertou, e não torneis o jugo da servidão.
[doutrinas  e rituais da LEI]   

Gálatas 5:11 
Prega-se ainda a Lei, por que sou, perseguido? Logo o escândalo da cruz está aniquilado
 
Efésios 2:15-16
Na sua carne desfez a inimizade, isto é, a lei dos mandamentos, 

1 Cor 9:21
Estando debaixo da lei de Cristo, para ganhar os que estão sem lei.  

 

Filipenses 3:5-9
E, na verdade, tenho também por perda todas as coisas,  [LEI]  

Logo, para que é a lei? 

Gálatas 3:19-27
Foi ordenada por causa das transgressões, até que viesse a posteridade a quem a promessa tinha sido feita [JESUS corresponde a a posteridade a quem a promessa tinha sido feita];
 
[LEI DE CRISTO é AMOR AO PROXIMO, LE IDE MOISES, RUDIMENTOS PORBRES, ESSES QUE AS IGREJAS E RELIGIÕES SEGUEM, SACERDOTES, RITUAIS, CULTO EM TEMPLOS TERRESTRES, DENOTANDO UMA POBREZA ESPIRITUAL: 

PISAM NA CRUZ
FAZEM O SACRIFÍCIO VÃOS, 
A PROMESSA ANIQUILADA. ]

Jesus não fundou nenhuma religião nem instituiu nenhuma igreja, segundo sustentam os próprios evangelhos, e também, os grandes pesquisadores da História Cristã, desde Renan até Guignebert. Não instituiu nenhum sacramento nem procedeu a nenhuma espécie de ordenação sacerdotal. Afastado de todas as instituições religiosas dos judeus, não se subordinou a nenhuma delas e criou apenas um movimento livre e aberto de preparação do homem para um mundo de paz  e  concórdia, justiça e amor. Nesse movimento eram admitidos publicanos e samaritanos, ladrões e cortesãs, os puros e os impuros de Israel, o que escandalizava os judeus ortodoxos e os levou a rejeitá-lo.
 
====================================================================
53. Se Jesus não era filho de José, porque sua árvore genealógica nos evangelhos é traçada até ele?
  
Resposta: Para se Cumprir a Profecia, Maria e José são da linhagem de Davi. contanto, os historiadores, ainda não entraram num consenso acerca do  Jesus de Nazaré, filho de José e Maria, nascido em Nazaré, na Galiléia, e Jesus Cristo, nascido da Constelação da Virgem, na Cidade do Rei Davi em Belém da Judéia.

====================================================================
55. Como Deus julga os que viveram antes de a Bíblia ser escrita?

 Resposta: A lei de Deus sempre foi Amor, como dito, foi escrito leis, preceitos e juízos para coibir a ação dos injustos e não justos. Com ou sem bíblia, Justo e injusto, quem faz o bem ou quem faz o mal.

====================================================================
99. Se Deus é dono de Tudo, porque ele cobra o Dízimo? Ele não consegue manter a obra dele sem dinheiro?

Resposta: A palavra dizimo encontrado pela Primeira vez na Bíblia em (Gn 14) significa colheita, ou seifa é que foi uma atitude voluntária,  quando depois de uma guerra, Abraão ofereceu a um sacerdote chamado Melquisedeque, Jacó, seu neto, também comprometeu-se voluntariamente a dar dízimos, esse dízimo nunca foi dinheiro e sim cereais, sendo este totalmente diferente do preceito religioso estabelecido na ordem levítica da lei de Moisés que pela sua lei o Dízimo significa a décima parte de algo, paga voluntariamente ou através de taxa ou imposto, para ajudar organizações religiosas judaicas segundo a Lei de Moisés (Lv 27, 30, 32)(Malaquias 3:10) (Hb 7:5). Segundo ordem levitica dizimo era dado exclusivamenteaos levitas(1 Cr 15:2) (Hb 7.5), (Hb 7.11) Seu início se deu porque dentre as 12 tribos de Israel,  a mais pobre era a tribo de Levi, então as tribos mais prosperas deveriam repartir mantimentos com a tribo menos favorecida justamente porque elas tinham colheitas em abundancia e não necessitavam de tantos mantimentos, guardar tudo para elas mesmas significaria acumular tesouro o que é terminantemente proibido por Deus, a tribo de Levi por sua vez também ofertava a viúvas órfãos e necessitados (Dt 26:12) repartiam com os estrangeiros, já que Israel no passado também já foi estrangeira, significando assim amor ao próximo, lá, benção era chuva para a colheita,  maldição era seca, o devorador eram os gafanhotos, tudo isso definitivamente nada tem a ver a associação do devorador com o demônio nem benção com prosperidade financeira, como ensina o sistema religioso de hoje, em toda a bíblia não existe uma única citação que ampare essa afirmação. Segundo a LEI apenas os LEVITAS poderiam recolher o dizimo.


Os lideres religiosos de hoje que recolhem o dizimo, não são da tribo de Levi, não são Judeus e não fazem parte da Lei de Moisés. Este costume existiu de Abraão, até Levi (Hb 7:9), nessa passagem Paulo explica que, o dizimo termina em Levi e por ser Cristo sacerdote segundo a Ordem de Melquisedec, este ab-rogou (aboliu) o sacerdócio levítico com todas as suas as leis, dízimos e costumes, conforme narra  Paulo na carta endereçada aos Hebreus (Hb 7, 1 - 28). Paulo arremata: "Com efeito, mudado que seja o sacerdócio, é necessário que se mude também a lei"  (Hb 7.12). E ainda: "O mandamento precedente é, na verdade, ab-rogado pela sua fraqueza e inutilidade" (Hb 7, 18). OBS: SACERDOTE SÃO (LÍDERES RELIGIOSOS DA TRIBO DE LEVI)
Certamente eles falarão:
  • O DINHEIRO é para a obra de Deus!
  • O DINHEIRO é para a casa de Deus!
  • O DINHEIRO é para nosso salário!

Quem faz a OBRA é o PAI. Nós levamos o evangelho de boca em boca. Como no passado. Não é para ficarmos PARADOS numa igreja. E sim IR e levar a VERDADE que nos foi OMITIDA pelos HOMENS.

Não é com DINHEIRO. O DINHEIRO CORROMPE. Por isso eles não pregam a VERDADE. O dia que as pessoas passarem a ouvir a VERDADE, elas sairão. E eles perderão seu lucro. O CRIADOR não habita em PEDRA, TIJOLO E CIMENTO. Nós somos o TEMPLO! É em nós que o ESPÍRITO habita. Não em algo construído por mão humanas.

Afinal, qual é a minha religião? Eu sou católico, eu sou protestante, eu sou de Malafaia ou de Macedo? Paulo, repreendeu aos cristãos primitivas que dizendo: Eu sou de Paulo, eu de Pedro, e eu de João, não sejam meninos na fé, diga  eu sou de Cristo e não promovam divisões entre si.

GRANDE PARTE DAS QUESTÕES foi concernentes ao CRISTIANISMO RELIGIOSO, O DEUS DA RELIGIÃO, AS TRADIÇÕES DAS IGREJAS, todavia, a palavra de Deus da Nova Aliança, nos evangelhos, fala o tempo todo em servirmos o próximo, fazer caridade, ajudar, e nunca li a respeito de servir a denominação religiosa, servir os pastores, a igreja, as práticas litúrgicas ir no culto do livramento, do descarrego, da libertação financeira definitivamente, lendo as escrituras, comprova-se a criação do deus paganizado que criaram, blasfemia total contra o verdadeiro Criador, e os que aceitam esse deus negam o templo espiritual e voltam ao templo construído e dirigido por homens, já profetizado esse negam o verdadeiro criador. Há mais 16 páginas de versos da nova aliança afirmando que o mandamento é amor ao próximo, Jesus nos libertou de atividades religiosas e não devemos retornar a elas, e sim atender o necessitado,servir ao próximo, ser o menor, manso humilde, justo, misericordioso, pois não da pra fazer nada diretamente ao criador, fazemos a ele através do próximo, o Criador tem tudo ele é o criador e não precisa que façamos nada para ele! Atos17:24-25. Creia nos evangelhos, os ensinamentos de Jesus estão intáctos,  não no homem não no líder RELIGIOSO! Pense, quem precisa sobreviver do seu dinheiro e manter as pessoas alienadas para ganhar o seu ganha pão sem tem que trabalhar acso sou eu? De quem é o maior interesse em te enganar? Quem pede $?

 
VerdadeReOculta



7 comentários:

Postar um comentário