Jesus chega com o chicotinho e defende o Templo...

Jesus chega com o chicotinho e defende o Templo Romano de Erodes? Quando ele diz a "minha casa"; Sempre que se fala em minha casa no antigo testamento, o Criador se refere a Israel, sempre foi Israel a casa dele desde o antigo testamento pela boca dos profetas, pois está escrito: 

"O Deus que fez o mundo e tudo que nele há, sendo Senhor do céu e da terra, não habita em templos feitos por mãos de homens; Nem tampouco é servido por mãos de homens, como que necessitando de alguma coisa; (Atos 17:22-23), pois ele mesmo é quem dá a todos a vida, e a respiração, e todas as coisas; E de um só sangue fez toda a geração dos homens, para habitar sobre toda a face da terra, determinando os tempos já dantes ordenados, e os limites da sua habitação" 

Nesse momento foi uma das vezes que Jesus disse que veio para cumprir a Lei, (Mt 5:17) enquanto ela durou é claro! (2 Co 3:14) (Rm 10:4), (Rm 8:2-4), (Gl 2:16-19). Estavam violando a Lei de Moisés (que dizia que o sacrifício deveria ser de um animal criado desde pequeno e sacrifica-lo ao ficar adulto) ao vender os animais na porta do tempo, estavam anulando a alegoria da Lei de Moisés, e a  alegoria é essa: do sacrifico da lei de Moisés é uma sombra das coisas vindouras e um memorial ao salvador que viria ser sacrificado, para os que estavam sob a lei, a fim de lembrar a todos que: 

Da mesma forma com que o cordeiro amado que você criou, amou, deveria ser sacrificado, isso mesmo, sendo um animal inocente que você tem um vinculo amoroso, para morrer por nada no altar (sangue não pode tirar pecado disse Paulo), assim aconteceria com o salvador. A alegoria foi instituída, para que as pessoas tivessem a noção de como o criador se sentiria ao enviar o seu filho, cordeiro inocente e imolado. 

Quando Jesus chegou com o chicotinho, tendo a ciência do futuro, ele se sentiu vendido e comercializado, comercializando ele mesmo, que representa o sacrifico um memorial ao futuro onde seu nome seria comercializado no futuro, ou seja, nos dias de hoje também. Jesus se viu no espelho! A começar: que ele foi comercializado por 30 pratas!

2 comentários:

  1. Quando Jesus fala "casa de meu Pai", Ele se refere a nós, TEMPLOS DO ESPIRITO SANTO, nós somos a casa de Deus, morada do Altíssimo.

    Jesus não estava falando do templo material que pertence a Jeová, esse sim habitou no templo de Salomão e ainda disse que seus olhos e sua gloria estariam para sempre naquele lugar,,, Mas o templo foi derrubado, e a gloria de Jeová foi tombada.

    Jesus se irritou com os cambistas que faziam comercio da fé,,, Uma coisa é se irritar, outra é se inflamar de Ira e começar a matança, como Jeová fazia no VT, pois Jeová é iracundo. Cristo é manso e não deixou de ser manso por isso, pois não matou ninguém.

    ResponderExcluir
  2. Mas...os discípulos oravam no templo:
    Jesus disse quanto a adorar ao Pai, nem no templo nem no monte, mas sim em espírito! A etimologia da palavra "Orar" vem de oratória que significa falar! Eles falavam em qualquer lugar inclusive no templo, ou Paulo seria louco, ficar denunciando o templo, chamar-lo de esterco e posteriormente frequentando-o como um clube social? Paulo diz: "fiz me Grego para ganhar Gregos, fiz homem da lei para ganhar os que estão sobre a lei", na mesma linha de raciocínio, idiotas para ganhar idiotas...Se o templo fosse realmente do Criador, então eu pergunto: Existia alguém mais importante que Jesus? Então porque no lugar do sacerdote, Jesus não ministrava o Culto no Templo? Ou Então João, Pedro ou Paulo?! Templo Religioso, e liturgia religiosa, como a conhecemos hoje, não veio do Criador, veio de ROMA!

    ResponderExcluir