Jesus mandou abrir “instituições igrejas” temos base biblica para esta instituições ou não?

Por Dinho
Visto que temos um grande sumo sacerdote, Jesus, Filho de Deus, que penetrou nos céus, retenhamos firmemente a nossa confissão. Hebreus 4:14 [...]Porque todo o sumo sacerdote, (Líder de Rituais Religiosos) tomado dentre os homens, é constituído a favor dos homens nas coisas concernentes a Deus, para que ofereça dons e sacrifícios pelos pecados; E possa compadecer-se ternamente dos ignorantes e errados; pois também ele mesmo está rodeado de fraqueza. E por esta causa deve ele, tanto pelo povo, como também por si mesmo, fazer oferta pelos pecados. E ninguém toma para si esta honra, senão o que é chamado por Deus, como Arão.Assim também Cristo não se glorificou a si mesmo, para se fazer sumo sacerdote, mas aquele que lhe disse: Tu és meu Filho, Hoje te gerei. Hebreus 5:1-5


Essa confusão existe em parte pelo fato da palavra “Igreja” ter sido blasfemada pelas instituições e pessoas que se apoderaram da Palavra, que são os lavradores maus, presentes e ativos até hoje, que mataram o dono da vinha e tomaram para si a administração do negócio (Lucas 20). 

Quando se lê “Igreja” na Bíblia, entenda-se como sendo o grupo de pessoas seguidoras de Jesus, e não o prédio de alvenaria, esse é o templo. Em Apocalipse quando se fala em “Escrever cartas às Igrejas”, entenda-se como “Escrever cartas ao grupo de cristãos de tal lugar”.

Na Sã Doutrina de Jesus não existe construção de templos, na verdade Jesus foi expulso do templo. 

O templocentrismo é um costume pagão. Os judeus que estavam no Egito e depois foram para a Terra Prometida repararam que as pessoas que ali viviam tinham outros deuses, e os adoravam em templos, construções. Isso porque os outros deuses eram físicos, ou seja eram imagens, esculturas, postes, enfim, precisavam de um lugar senão os pombos pousavam em cima e sujavam.

Quando os judeus quiseram construir um templo para Deus, Deus logo cortou o barato, e se sentiu imensamente ofendido pelo judeus pensarem que “ele caberia num templo feito por mãos de homens”.
O único templo que Deus autorizou foi o de Salomão, que foi destruído. E os judeus nunca mais construíram nenhum templo. As sinagogas são tidas como locais de estudo, tanto é que a tradução livre de sinagoga é “biblioteca”;Em Malaquias 3:10, quando se fala “Trazei os dízimos a Casa do Tesouro” o autor se refere ao Templo de Salomão UNICAMENTE. 

Também não era pra existir o sacerdócio: (Pastor, presbítero, diácono, obreiro, atalaia). Eles se fundamentam em passagens da Bíblia que contém esses nomes. 

No entanto, se você analisar vai ver que quem traduziu a Bíblia foram os mesmos que estavam no “emprego” na época e precisavam justificar essa posição. 

Aonde estou querendo chegar:

1-A Bíblia que conhecemos não é a Escritura pura, foi aditivada de várias formas, com Epígrafes, Capítulos, Versículos e Concordância. Tudo isso foi colocado pra enganar os escolhidos. A Escritura pura foi escrita em couro de boi ou em papiro. 

2-Quando Alexandre, O Grande conquistou Jerusalém levou consigo como despojos de guerra os enormes rolos de papiro que continham as Escrituras. Ele reuniu 70 homens que traduziram as Escrituras e formaram a “Septuaginta”. Quando a Grécia foi conquistada por Roma, esta fez outra tradução chamada de “Vulgata”. Enfim, até chegar nesse livro que está na sua mão passou pela mão de umas cinco pessoas. 

3-Só pra fechar o assunto da Bíblia, foi na Grécia que o nome de “Jeová” foi blasfemado para “Deus”, em homenagem à “Zeus”, e na Vulgata, foram incluídos capítulos e versículos. 

Voltando à questão anterior:
Presbítero = Ancião
Obreiro = Trabalhador
Atalaia = Vigilante
Diácono = Ajudante 

Quando a Bíblia se refere a algum ancião “do mal”, eles traduziram para “ancião”, quando era “do bem”, traduziram para “presbítero”. Da mesma forma, fizeram com todos os cargos. Quando era ajudante do bandido, se chamava “ajudante”, agora quando era o cara do templo é colocado como “diácono”. Assim se justificou o sacerdócio, com uma manipulação nas traduções. 

Pode pesquisar na bibliaonline.com.br

4 comentários:

Postar um comentário