CONHEÇA OS MOVIMENTOS RELIGIOSOS DA NOVA ERA E LIVRE-SE DELES


Define-se assim as associações religiosas e correntes de espiritualidade surgidas nos dois últimos séculos sobre bases já de religiões antigas (em especial, orientais), tradições esotéricas, gnósticas ou o pensamento original de seus fundadores.

Desenvolveram-se principalmente na Ásia e na América. Sabe-se que seus adeptos mais         comuns pertencem ao âmbito juvenil e experimentaram o seu momento de crescimento      prodigioso nos anos das crises de cultural mundial de "1963 a 1978". 

A seguir, mencionaremos algumas das mais importantes: (Tome cuidado!)


A Vida Universal: fundada em 1975 y também chamada "Obra de Jesus Cristo Nosso Retorno", e no ano de 1984 recebeu o nome de "Vida universal". A origem deste movimento, que "não recruta membros", mas que "difunde a mensagem de Cristo", se encontra em uma profetisa alemã: Gabriele Wittek. Através dela, Cristo comunica sua Palavra interior y guia até o Reino da interioridade, nossa verdadeira pátria, uma igreja interior, quer dizer, sem estatutos, nem padres, nem dogmas. A "concentração" é o meio para conseguir o "verdadeiro íntimo", que é ao mesmo tempo Deus. Os festivais internacionais de "Vida universal", são testemunhas da sua difusão, que une temas característicos das novas religiões de origem cristã bem como elementos de religiões orientais e da Nova Era. A presença deste NMR (Novo Movimento Religioso) no México é muito reduzida.

Igreja da Unificação: foi fundada pelo ex-pastor presbiteriano Sun Myung Moon (1920), a "Associação do Espírito Santo para a unificação do cristianismo mundial", chamada Igreja da Unificação ou mesmo os moonistas, propõem reunir não só as igrejas cristãs, mas realizar o Reino dos Céus "sobre a terra". Através de uma leitura surpreendente da Bíblia, no Princípio Divino (obra fundamental da igreja) se anuncia a segunda vinda do Messias. Ele virá da igreja da Coréia e formará uma família ideal centrada em Deus: assim se tornará possível a restauração de uma sociedade ideal. A quase totalidade dos membros da igreja atribuem ao próprio Moon o papel de Messias. Goza de uma grande organização de um dinamismo empresarial muito forte.

Os Meninos de Deus: são um movimento fundado pelo pastor metodista David Berg en 1969, inspirado na Revolução de Jesus: revolução guiada por Jesus. Há muitos elementos pentecostais e posturas de hostilidade total frente a sociedade. A técnica de recrutamento ocorre através da sedução (Flirty fishing), algo como ,"Pesca amorosa", a ênfase sobre a liberdade sexual total de sua posição anti-semita tem causado a desconfiança por parte das autoridades públicas de quase todos os países em que se desenvolve o movimento. Suas táticas têm mudado radicalmente devido à explosão da AIDS. Agora, seguem vivendo em comunidade, mas com uma rígida norma sexual.

Os Hare Krishna: O asceta indiano Swami Bhaktivedanta Prabhupada (1896-1977) funda em 1966 a "Associação internacional pela consciência Krishna", movimento difundido em todo o mundo e conhecido como Hare Krishna. Esta associação em suas raízes na tradição devocional do hinduísmo: Krishna mesmo, a "Pessoa Suprema", o manancial de todos os seres veio ensinar aos homens o caminho da devoção, do abandono em Deus, do amor puro. Cantar e recitar o grande mantra (fórmula sagrada), com os "nomes santos" de Krishna, ajuda a descobrir a verdadeira posição do homem que consiste em ser servo de Krishna. A vida austera  a disciplina rígida permitem aos devotos fugir das ilusões do mundo. Possuem livrarias em muitas cidades.

A Meditação Trascendental: Em 1958 o guru indiano Mahesh Prasad Vanna (1918), que se fez chamar Maharishí Mahesh Yogí, criou um movimento mundial para a regeneração espiritual da humanidade. Chamou-o de meditação trascendental, enquanto a técnica mental da meditacão, derivada da tradição védica, comunica a experiência direta da "inteligência pura". Precede o ensino da técnica de meditação trascendental, que implica uma série de cursos divididos em sete níveis, uma cerimônia em que a finalidade de "preservar a pureza do ensinamento". O guru fixou como meta obter a elevação coletiva da consciência da humanidade, formar um mestre para o maestro trascendental para cada 1000 habitantes do mundo. Ultimamente, a seita tem tomado interesse pela política internacional. Em recentes eleições na Itália, promoveram a candidatura de 95 membros a postos do governo local.

O Movimento de Bhagwan Shree Rajneesh: Chamado também de os neo-sannyasin (os sannyasin eram os ascetas do hinduísmo) ou de os "alaranjados" (pela cor que deve estar sempre presente em suas roupas), foi fundado pelo indiano Rajneesh Chandra Mohan (1931-88), o qual depois de ter uma iluminação espiritual em 1953, assumiu o nome de Bhagwan Shree Rajneesh. Antes de morrer de AIDS em 1988 se fez chamar de "Osho", que significa plenitude do amor divino". Sua pregação toma elementos do budismo, do hinduísmo e do jainismo. Também se orienta, por técnicas psico-terapêuticas, para ajudar os seus a redescobrir o seu verdadeiro "eu". Os adeptos de Rajneesh são muito ativos e calcula-se que são uns 12000 no mundo. Esperam a reaparição de de Osho de a qualquer momento.

Associação Mahikiri: o nome significa "luz da verdade", foi fundado em 1960 pelo japonês Kotama Okada (1901-74), depois de haver recebido a revelação do deus Su, "criador do universo". De inspiração apocalíptica, o objetivo do movimento consiste em irradiar a "luz da verdade" de Deus no mundo. A mais importante prática é, para tanto, okiyomé: a "purificação espiritual", que transforma os espíritos maus em bons e permite ao iniciado transmitir, através da palma da mão, a "luz de Deus". Os homens desta forma purificados constituem a semente da cidade espiritual, até a volta de Deus. Ainda que a importância numérica não seja relevante no Japão, a Associação Mahikari possui um razoável desenvolvimento nos países de língua francesa, na Itália e em outros países europeus.

O movimento raëliano: nascido em 1946, Claude Vorilhong depois de vários encontros com os extraterrestres funda o movimento raëliano (de raël que significa "Mensageiro"), uma religião que se define como atéia! Reinterpretando a Bíblia, à luz da revelação dos extraterrestres, afirma que a palavra hebraica Elohim, traduzida como Dios, significa: "aqueles que vieram do céu ", quer dizer, os extraterrestres, os quais foram capazes de criar, através da genética, as plantas, os animais e finalmente o homem. O objetivo do movimento é a construção sobre a terra de uma residência destinada a acolher os "Elohim" quando realizarem sua próxima vinda oficial ao planeta terra.

A Soka Gakkai: ou "Sociedade para a criação dos valores" foi fundada em 1930 em Tóquio por Tsunesaburo Makiguchí (1871-1944). Liga-se à tendência rigorosa da tradição monástica do monge Nícheren, tido como verdadeiro Budha na época de decadência. O movimento pretende fundar a "Terceira civilização", através da prática do canto daímoku, que expressa a devoção ao Sutra do Loto. Seja pelo marcado proselitismo ou pela doutrina social, a novidade no budismo, a Soka Gakkai tem experimentado uma extraordinária difusão com seus quase quinze milhões de praticantes. É o mais difundido dos novos movimentos religiosos japoneses, com ramificações nos Estados Unidos e na Europa. Esta seita já se estabeleceu como força política no Japão, com muitos magistrados e funcionários entre seus adeptos. Possui uma "sucursal" na Cidade do México.

Damanhur: mais que um movimento religioso se trata de um "experimento espiritual e social". É a "Cidade de Horus", iniciada entre 1966-67 por obra de Oberto Airaudi (Turim, 1950).Com a fundação desta cidade em Val Chuisella, perto de Ivrea, na Itália, pretende-se dar uma expressão concreta do ideal de renascimento espiritual da era de Aquário, da Nova Era do ”despertar" e do desenvolvimento da consciência espiritual. Na cidade-estado de Damanhur, na qual vivem cerca de 200 pessoas, ensina-se e pratica-se a "via horusiana", indicada por Airaudi: através desta via esotérico-ocultista se realiza a passagem do estado da matéria, na qual o homem foi confinado, ao estado espiritual, à iluminação, à "Luz". Existe comunhão de bens, de esposas e dos filhos. A cidade se encontra em baixo da terra  estava em expansão, até que os numerosos problemas legais que tudo isto implica (impostos e permissões de construção), tem esbarrado o desenvolvimento do grupo. A comunidade pratica um grande sincretismo religioso, cheio de simbolismos egípcios e outros elementos usados pela Nova Era.

2 comentários:

Postar um comentário