Velho Testamento: Deus Cruel e Vingativo?




PERGUNTA:  TERIA SATANAS OU UM OUTRO SENHOR, SE PASSADO POR DEUS NO VT?



(YHWH) Jeová Coloca lepra nm 12:10 / ii rs 5:27 / ii cr 26:19-21;
Jeová Obriga as mães a comerem os filhos como alimento (canibalismo)lm 4:10 / dt 28:53;
Jeová Se deleita em destruir o seu povo, tem prazer em fazer o mau dt 28:63;
Jeová Toma conselhos com satanás jó 1:6-12;
Jeová Envia demônios i sm 29:14;
Jeová Se oculta nas trevas e não habita na luz ex 20:21 / sl 18:11;
Jeová Espalha o terror lv 26:33-36;
Jeová Ilude e engana jr 4:10 / 20:7-9;
Jeová Ensina o ódio e a vingança nm 25:17-18;
Jeová Se esconde atrás da mentira para matar i rs 22:23;
Jeová Derrama pragas e maldições terríveis dt 27:26 / 28:15-64;
Jeová É iracundo e cheio de furor sl 7:11 / /jr 10:10 / 17:4 / is 13:9 / ez 5:11-13/ 6:12 / 25:15-17
Jeová Enviou o seu anjo que é satã ex 23:20-21 / nm 22:22-32;
Jeová Cega seu povo para não se converter is 6:9-11 / 29:10-12;
Jeová Manda serpentes e vive cercado delas nm 21:4-6;
Jeová Fabrica os ímpios pv 16:4;
Jeová Passa o tempo projetando o mal jr 18:11;
Jeová Tem poder para endurecer corações ex 4:21/ 7:3 / 10:27;
Jeová O Deus dos mortos jr 25:33 / is 66:16 / 22-24;
Jeová Muda e se arrepende dt 28:62 / jr 42:10 / 15:6;
Jeová Dá esterco e fezes como alimento ez 4:12 / sl 75:8;
Jeová Zombador, faz piada do terror alheio pv 1:26;
Jeová Faz o povo errar e não deixa seu povo se converter is 63:17.
Jeová estabelece o terror fulminando os desobedientes por coisas banais, como por exemplo, tocarem em coisas sagradas? (II Sm.6:6 a)
Satanás atormenta, e Jeová também atormenta: Atos 5:16 e Dt 28:59-61 32:22-25.
Satanás mente e Jeová também mente: Jo 8:44, - Dt 24:16 e Is 14:21, - Dt 10:17 e Ex 11:7, - Ex 20:24 e Jer 7:21,22, - Gen 18:25-33 e Ez 21:2-4.
Satanás coloca espíritos maus e Jeová também coloca: At 19:11,12 e 1Sam 16:14 e Jz 9:23-Is 19:14.
Satanás é o destruidor e Jeová também: Pv 28:24, Is 21:2, Gen 6:7
Satanás é o anjo das trevas, e Jeová se oculta nas trevas: At 26:18 e Sl 18:11
Satanás tem grande ira e Jeová também: Ap 12:12 e Dt 32:22
Satanás é o enganador e Jeová também engana: Ap 12:9, Ez 14:9
Satanás atira setas inflamadas e Jeová também: Ef 6:16 e Sl 7:11-13
Satanás é o assolador e Jeová também assola: Is 54:16 e Lev 26:31-33
Satã se traduz por adversário e Jeová é o adversário do seu povo: Is 63:17, Lam 2:2-5,17
Se Jeová nivela suas obras pelas obras do diabo, caiu fundo. Mas é ardiloso, que sendo tão semelhante a Satanás nas obras, conseguiu convencer os cegos com palavras eloqüentes que é Deus bom: "Fora de mim não há Deus" Is 45:5, "Fora de mim não há salvador" Is 43:11, "Jeová, teu Deus, o Deus fiel, que guarda o concerto, a misericórdia até mil gerações ao que o amam e guardam os seus mandamentos" Dt 7:9. O discurso é perfeito mas as obras são malignas, pois são as mesmas do diabo.

PORQUE SUA LEI TORNOU-SE OBSOLETA?- Porque ela se mostrou incoerente e superficial, tratando apenas da condição exterior do homem, sem se preocupar com o verdadeiro problema interior. A Lei de Jeová faz discípulos religiosos e soberbos mas não leva ninguém a ser nova criatura. OU SEJA: Jeová é mentiroso, Jeová é o Deus da guerra, Jeová é iracundo, Jeová se tem prazer no mau, Jeová coloca hemorroida, câncer, e todas as doenças de Dt 28, Jeová manda profeta andar pelado, Jeová manda profeta comer cocô...

QUANTAS PESSOAS JEOVA (YHWH) MATOU !

E nessa conta temos guerreiros, povo comum, famílias inteiras, cidades, crianças, virgens, profetas, mulheres – 2.270.370 pessoas – Sem contar a humanidade inteira que se foi no dilúvio.( mortos entre parênteses)
1 – Genesis 19:26 (1) – A mulher de Ló por olhar para trás.
2 – Genesis 38:7 (1) – Er, por ser mal aos olhos do Senhor.
3 – Genesis 38:10 (1) – Onan, por masturbar ou coito interrompido.
4 – Exodo 32:27 (3000) – Por adorar bezerro de ouro.
5 – Levitico 24:10-23 (1) – Por blasfemar.
6 – Numeros 15:32-36 (1) – Apanhar lenha no s ábado.
7 – Numeros 16:27-32 (12) – Corá, Datan e Abirão e familias.
8 – Levitico 10:2 (2) – Filhos de Arão.
9 – Numeros 16:35 (250) – por oferecerem incenso.
10 – Numeros 16:41-49 (14700) – mortos por reclamação.
11 – Numeros 25:4-9 (24000) – mortos por prostituição.
12 – Numeros 31:1-35 (90000) – Massacre de Midianitas (+32000 virgens escravizadas).
13 – Josué 7:24-26 (5) – Acã, filhos e filhas apedrejados.
14 – Josué 8:1-25 (12000) – Cidade de Ai.
15 – Juizes 1:4 (10000) – Guerra a Cananeus e Ferezeus.
16 – Juizes 3:15-22 (1) – Eude mata em nome de Deus.
17 – Juizes 10:22-25 (5) – Reis enforcados.
18 – Juizes 3:28-29 (10000) – Guerra com Moabitas.
19 – Juizes 7:2,22 a 8:10 (120000) – Deus faz Midianitas matarem entre si.
20 – Juizes 14:19 (30) – Sansão mata Asquelonitas.
21 – Juizes 15:14,15 (1000) – Sansão com a queixada de jumento.
22 – Juizes 16:27-30 (3000) – Deus ajuda Sansão a matar.
23 – Juizes 20:35-37 (25100) – Homens de Benjamim mortos.
24 – Juizes 20:44-46 (25000) – Mais homens de Benjamim mortos.
25 – 1 Samuel 6:19 (50070) – Por olharem a arca do Senhor.
26 – 1 Samuel 14:12-14 (20) – Jonatas mata 20 filisteus.
27 – 1 Samuel 15:32-34 (1) – Samuel mata Agague.
28 – 1 Samuel 25:38 (1) – Deus mata Nabal por ser imprestavél.
29 – 2 Samuel 6:6-7 (1) – Uza por tocar a Arca do Pacto.
30 – 2 Samuel 12:14-18 (1) – Deus mata filho de Davi com esposa de Urias.
31 – 2 Samuel 21:6-9 (7) – Filhos de Saul enforcados ao Senhor.
32 – 2 Samuel 24:15 (70000) – Por Davi ter feito um censo.
33 – 1 Reis 13:1-26 (1) – Por acreditar na mentira de um profeta.
34 – 1 Reis 20:28-29 (100000) – 100mil Sírios num dia.
35 – 1 Reis 20:30 (27000) – Muro cai sobre 27mil pessoas.
36 – 1 Reis 20:35-36 (1) – Por não bater num profeta.
37 – 2 Reis 1:4 (1) – Acazias por adorar outro Deus.
38 – 2 Reis 1:9-12 (102) – Queimados vivos.
39 – 2 Reis 2:23-24 (42) – CRIANÇAS, por caçoarem do profeta.
40 – 2 Reis 7:20 (1) – Pisoteado por não crer em Elias.
41 – 2 Reis 9:33-37 (1) – Jezabel devorada por cães.
42 – 2 Reis 17:25-26 (3) – Deus mata “alguns” estrangeiros.
43 – 2 Reis 19:35 (185000) – Soldados Assirios enquanto dormiam.
44 – 1 Cronicas 10:14 (1) – Saul, por não buscar ao Senhor.
45 – 2 Cronicas 13:15-17 (500000) – Israelitas.
46 – 2 Cronicas 13:20 (1) – Jeroboão ferido por Deus.
47 – 2 Cronicas 14:9-14 (1000000) – Exercito etiope diante de Judá.
48 – 2 Cronicas 21:14-19 (1) – Jeorão.
49 – Ezequiel 24:15-18 (1) – Mulher de Ezequiel.
50 – Atos 5:1-10 (2) – Ananias e sua esposa por não darem o dinheiro à igreja.
51 – Atos 12:23 (1) – Herodes, morto por bichos.
====================================================================
RESPOSTA:

Introdução:

Em primeiro lugar devemos entender a Bíblia em sua forma literal, sem interpretações particulares. Isto é, os escritores bíblicos disseram aquilo que quiseram dizer quando disseram e escreveram.  A posteriori é que devemos buscar o significado de certas expressões e textos. Os fatos bíblicos em sua totalidade falam por si mesmo. 

a) Tomar as palavras no sentido gramatical;
b) Examinar o sentido original das palavras;
c) Tomar as palavras dentro de seu contexto. 
d) Examinar o estilo empregado;
e) Tomar as palavras em relaçã o com o propó sito do livro.
f)  Estudar as palavras à luz da situaçã o histó rica e geográfica.
g) Examinar as passagens paralelas;
h) Tomar conhecimento do contexto teológico;

Um significado recente de uma palavra não pode ser transportado para um texto antigo. Devemos procurar entender as palavras no sentido em que elas quiseram exprimir na época em que foram escritas.  O significado de uma palavra no tempo em que foi escrita, mas seu significado não é mais encontrado no campo semântico da palavra. Por exemplo, a palavra “ pedagogo” antigamente, significava o escravo que conduzia as crianças à escola, hoje significa professor. A palavra grega “ kefalh” significa “cabeça” . Mas há quem a interprete metafó ricamente como “ fonte” ou “ origem” , o que é passível de mais de uma tradução, além de incerto. O sentido de “ liderança” ou “ autoridade”  encaixa-se bem melhor. O problema é que tais pesquisas são insuficientes ou, então, muitos dão ouvidos à s opiniões alheias sem, contudo, verificar as fontes originais. Ainda há quem queira dar significação particular à determinada palavra.
 

METODOLOGIA DE ESTUDO:

A tarefa da exegese é interpretar em particular, dando atenção ao seu contexto literário, sua tradição e a fatores extra-textuais, tais como as ciências da antropologia, sociologia, história, ontologia, epistemologia, etc. O método de Crítica Textual histórico propõe um estudo científico dos textos bíblicos. Fundamenta-se na dimensão histórica do texto, que pode fornecer subsídios para a sua devida interpretação. Entende que os textos bíblicos são expressões da revelação divina à humanidade em situações históricas bem concretas e definidas.  Essa busca pelo sentido histórico original ainda protege contra a manipulação indevida do sentido dos textos por interesses ou interpretações meramente subjetivas ou determinadas por posições ideológicas ou de classe social, o método histórico-crítico entende a Bíblia como livro de expressão de fé, diferenciando o que pode ser considerado como sendo histórico-factual e aquilo que, revestido de forma histórica, procura dar testemunho de verdades cridas e vividas no discipulado. "Crítica" significa, neste sentido, fazer uso de um juízo sadio que busca pelas raízes dos textos, seja como eventos históricos que, de fato, ocorreram, seja como expressões de crenças e esperanças que cabiam proclamar.

Parte do pressuposto de que nem toda da Bíblia é divinamente inspirado pelo Espírito Santo, visto que, quem escolheu os textos a serem colocados na Bíblia foram os PAPAS CATÓLICOS, SE O PAPA FOI USADO POR DEUS QUEM NÃO VAI SER? ASSIM SENDO QUALQUER UM INVENTA QUALQUER COISA!! Por isso, ela  possui erros ou teologias diferentes e até contraditórias. E AINDA, analisando os Textos Gregos mais antigos e confiáveis, vemos uma divergência muito grande nas traduções, por isso é necessário se APEGAR AO CONTEXTO E NÃO AO TEXTO! A análise Crítica ajuda a identificar as Contradições.


Pontos de vista diferentes dos autores e discrepâncias históricas:

1.      Contradição quanto a Genealogias.
1.1.   Acerca de duração do cativeiro egípcio (Gn 15:13)(Ex 12:40), (Gl 3:17)
1.2.   Acerca de Berseba foi nomeada por Abraão. (Gn 21:31) (Gn 26:33)
1.3.   Acerca de Quem era o pai de Basemate (Gn 26:34)(Gn 36:2-3)
1.4.   Acerca de Quem era o pai de Labão (Gn 28:5) (Gn 29:5)
1.5.   Acerca de Zibeão era um Heveu ou um Horeu(Gn 36:2)(Gn 36:20)
1.6.   Acerca de Onde os irmãos de José acharam o dinheiro deles (Gn 42:27-29)(Gn 43:21) (Gn 42:35)
1.7.   Idade de Benjamim quando o clã dele migrou para o Egito (Gn 44:20-22) (Gn 46:8), (Gn 46:21)
1.8.   Acerca de Mali foi filho de Levi?Sim. (Ed 8:18) Não. (Gn 46:11), (I Cr 6:1), (I Cr 6:16)
1.9.   Acerca de Quem eram os filhos de Benjamim (Gn 46:21) (I Cr 7:6) (I Cr 8:1-2)
1.10.  Acerca de Naamã e Arde foram filhos de Benjamim. (Gn 46:21) (Nm 26:38-40)

2.      Contradição quanto ao contexto histórico.

2.1.   Os Gigantes existiam antes da inundação (Gênesis 6:4). Somente Noé, sua família, e os animais da Arca sobreviveram ? inundação (Gênesis 7:23). Mesmo depois da Inundação os gigantes continuaram existindo (Números 13:33).

2.2.   Deus diz para Noé que tudo o que se move e tem vida servirá de alimento para ele, e também toda a vegetação. Só não poderá comer da carne ainda com vida, ou seja, com sangue (Gênesis 9:3-4)

2.3.   Deus diz que nem todos os animais podem ser consumidos (Deuteronômio 14:7-20).Toda a terra tinha uma só língua e as mesmas palavras, até que

2.4.   Deus criou vários idiomas diferentes, fazendo com que ninguém entendesse um ao outro (Gênesis 11:1,6-9). Anterior a isto, a Bíblia fala de diversas nações, cada um com sua própria língua (Gênesis 10:5).

2.5.   Deus mata todos os animais dos egípcios com uma forte pestilência. Nenhum sobreviveu ? pestilência (Êxodo 9:3-6).Deus mata todos os animais dos egípcios com uma chuva de granizo (Êxodo 9:19-21,25). (Mas eles já não haviam morrido com a pestilência?)

2.6.   Deus não foi conhecido por Abraão, Isaac e Jacó pelo nome de YHWH (Êxodo 6:2-3).O nome do Senhor já era conhecido (Gênesis 4:26).

2.7.   Deus proíbe que seja feito a escultura de qualquer ser (Êxodo 20:4). Deus ordenou a fabricação de estátuas de ouro (Êxodo 25:18).

2.8.   Deus jamais se arrepende (I Samuel 15:29). Deus se arrepende (Gênese 6:6) (Êxodo 32:14) (I Samuel 15:11,35) (Jonas 3:10).

2.9.   Aarão morreu no monte Hor. Imediatamente depois disso, os israelitas foram para Salmona e Finon (Números 33:38).Aarão morreu em Mosera. Depois disso, os israelitas foram para Gadgad e Jetebata (Deuteronômio 10:6-7). Deus diz a Moisés que Aarão morreu no monte Hor (Deuteronômio 32:50).

3.      Contradição quanto as Leis e a formação da Nação.

3.1.   Deus escreveu nas tábuas as dez palavras da aliança (Deuteronômio 10:1-2,4). Deus ditou e Moisés escreveu (Êxodo 34:27-28).

3.2.   Josué queimou a cidade de Hai e reduziu-a a um monte de ruínas para sempre (Josué 8:28). Hai ainda existe como uma cidade (Neemias 7:32).

3.3.   Josué destruiu totalmente os habitantes de Dabir (Josué 10:38-39). Os habitantes de Dabir ainda existem (Josué 15:15).

3.4.   Saul destruiu completamente os amalecitas (I Samuel 15:7-8,20). David destruiu completamente os amalecitas (I Samuel 27:8-9).

3.5.   Finalmente os amalecitas são mortos (I Crônicas 4:42-43). Isaí teve sete filhos além de seu mais jovem, David (I Samuel 16:10.11).

3.6.   David foi o sétimo filho (I Crônicas 2:15). Saul tentou consultar o Senhor (I Samuel 28:6). Saul nunca fez tal coisa (I Crônicas 10:13-14).

3.7.   Saul cometeu suicídio (I Samuel 31:4-6) (I Crônicas 10:4-5). Saul foi morto por um amalecita (II Samuel 1:8-10). Saul foi morto pelos filisteus (II Samuel 21:12).

3.8.   Davi tomou 1.700 cavaleiros de Adadezer (II Samuel 8:4). Davi tomou 7.000 cavaleiros de Adadezer (I Crônicas 18:4).

3.9.   Davi matou aos arameus 700 parelhas de cavalos e 40.000 cavaleiros (II Samuel 10:18). Davi matou aos arameus 7.000 cavalos e 40.000 empregados (I Crônicas 19:18).

3.10.  Israel dispõe de 800.000 homens aptos para manejar espadas, enquanto que Judá dispõe de 500.000 homens (II Samuel 24:9). Israel dispõe de 1.100.000 homens aptos para manejar espadas, enquanto que Judá dispõe de 470.000 homens (I Crônicas 21:5).

3.11.  Satã provocou Davi a fazer um censo de Israel (I Crônicas 21:1). Deus sugeriu Davi a fazer um censo de Israel (II Samuel 24:1).

3.12.  Davi pagou 50 siclos de prata por gados e pelo terreno (II Samuel 24:24). Davi pagou 600 siclos de ouro pelo mesmo terreno (I Crônicas 21:25).

3.13.  Rei Josias foi morto em Magedo. Seus servos o levam morto para Jerusalém (II Reis 23:29-30). Rei Josias foi ferido em Magedo e pediu para seus servos o levarem para Jerusalém, onde veio a falecer (II Reis 23:29-30).

3.14.  Foram levados 5 homens dentre os mais íntimos do rei (II Reis 25:19-20). Foram levados 7 homens dentre os mais íntimos do rei (Jeremias 52:25-26).

3.15.  São citados os nomes de 10 pessoas que vieram com Zorobabel (Esdras 2:2) São citados os nomes de 11 pessoas que vieram com Zorobabel (Neemias 7:7)

3.16.  (Esdras 2:3 & Neemias 7:8) Estas passagens pretendem mostrar a quantidade de pessoas que voltaram do cativeiro babilônico. Compare o número para cada família: 14 deles discordam.

3.17.  Deus fala a respeito de sacrifícios com os filhos de Israel libertos do egito (Levítico 1:1-9). Deus nega que houvesse dito algo sobre sacrifícios naquela ocasião (Jeremias 7:22).

3.18.  O filho não deve ser castigado pelo erro do pai, ou vice-versa (Deuteronômio 24:16) (Ezequiel 18:20) (II Crônicas 25:4). Deus vinga a crueldade dos pais nos filhos até a quarta geração (Êxodo 20:5) (Deuteronômio 5:9).


4.      Contradição no NOVO TESTAMENTO quanto a Genealogias

4.1.   Jesus foi filho de José, que o foi de Jacob (Mt 1:16). Jesus foi filho de José, que o foi de Heli (Lc 3:23).

4.2.   O pai de Salathiel foi Jeconias (Mt 1:12). O pai de Salathiel foi Neri (Lc 3:27)

4.3.   Abiud é filho de Zorobabel (Mt 1:13). Resa é filho de Zorobabel (Lc 3:27). São citados os nomes de todos os filhos de Zorobabel, mas nem Resa e nem Abiud estão entre eles (I Crônicas 3:19-20).


5.      Contradição no NOVO TESTAMENTO quanto a história de JESUS

5.1.   Jesus curou um leproso depois de visitar a casa de Pedro e Simão (Mc 1:29,40-42).Jesus curou o leproso antes de visitar a casa de Pedro e Simão (Mt 8:2-3,14).

5.2.   O Diabo levou Jesus primeiro ao topo do templo e depois para um lugar alto para ver todos os reinos do mundo (Mt 4:5-8).O Diabo levou Jesus primeiro para o lugar alto e depois para o topo do templo (Lc 4:5-9).

5.3.   O sermão conteve 9 beatitudes (Mt 5:3-11).O sermão conteve 4 beatitudes (Lc 6:20-22).

5.4.   Jesus adquiriu Mt como discípulo depois de acalmar a tempestade (Mt 8:26). Jesus adquiriu Mt (Levi) como discípulo antes de ter acalmado a tempestade (Mc 2:14, 4:39) Obs: O contexto identifica Levi como outro nome para Mt. Compare (Mt 9:9-17) com (Mc 2:14-22) e com (Lc 5:27-39).

5.5.   O centurião se aproximou de Jesus e pediu ajuda para um criado doente (Mt 8:5-7). O centurião não se aproximou de Jesus. Ele enviou amigos e os anciões dos judeus (Lc 7:2-3,6-7).

5.6.   Jairo pediu a Jesus que ajudasse a sua filha, que estava morrendo (Lc 8:41-42). Ele pediu para que Jesus salvasse a filha dele que já havia morrido (Mt 9:18).

5.7.   Jesus disse aos seus discípulos que deveriam andar calçados com sandálias (Mc 6:8). Jesus lhes disse que não deveriam andar descalços (Mt 10:10).


5.8.   A transfiguração de Jesus ocorreu 6 dias após a sua profecia (Mt 17:1-2). A transfiguração ocorreu 8 dias após (Lc 9:28-29).

5.9.   A mãe de Tiago e João pediu a Jesus para que eles se assentassem ao seu lado no reino (Mt 20:20-21). Tiago e João fizeram o pedido, ao invés de sua mãe (Mc 10:35-37).

5.10.  Ao sair de Jericó, Jesus se encontrou com dois homens cegos (Mt 20:29-30). Ao sair de Jericó, Jesus se encontrou com somente um homem cego (Mc 10:46-47).

5.11.  Dois dos discípulos levaram uma jumenta e um jumentinho para Jesus da aldeia de Bethfagé (Mt 21:2-7). Eles levaram somente um jumentinho (Mc 11:2-7).

5.12.  Jesus amaldiçoou a árvore de figo depois de ter deixado o templo (Mt 21:17-19). Ele amaldiçoou a árvore antes de ter entrado no templo (Mc 11:14-15,20)

5.13.  Um dia após Jesus ter amaldiçoado a figueira, os discípulos notaram que ela havia secado (Mc 11:14-15,20) A figueira secou imediatamente após a maldição ser posta (Mt 21:19).

5.14.  Vestiram Jesus com um manto carmesim (Mt 27:28). Vestiram Jesus com um manto púrpura (Mc 25:17) (João 19:2).

5.15.  Após Pedro ter negado Jesus, o galo cantou pela segunda vez (Mc 14:30,57-72). O galo só cantou uma vez (Lc 22:34,60-61) (Mt 26:34,69-74)

As Escrituras Antigas passaram por muitas traduções... Ate inventar a impressão gráfica, ela foi sendo copiada mão a mão, séculos. Nas mãos das pessoas sendo copiada...não tem como uma pessoa que tem o mínimo de discernimento e raciocínio confiar em todos os detalhes e se apegar a versos isolados. Por isso a importância de analisar o contexto, e tirar a idéia central e predominante. O importante é a mensagem.

6.      Percepção Humana: Antropoforrmismo

6.1.   VEJA: Na profecia de Jesus: "o SENHOR agradou moê-lo, fazendo JESUS enfermar"Isaías 53:10. Será mesmo que DEUS SE AGRADOU EM "MOER" JESUS? Se for levar ao pé da letra sem considerar linguagem popular regional judaica sim! O Pai de Jesus é Mau.

6.2.   Isso também acontece no NOVO TESTAMENTO (com o Deus de JESUS).
-Deus Nos entrega a corrupção (Rm 1:24-25)
-Deus faz pessoas acreditarem em mentiras (II Tess 2:11-12)
-Deus se ira (Col 3:6)(Rm 2:5)(Ef 5:6) (1Tes2:16)
-Deus é vingador e castiga (Rom 13:4) (Rm 12:19)(Rm 9:17-20)
-Ninguém pode ser discípulo de Jesus SEM que "aborreça"  seus parentes (Lc 14:26).

6.3.   Em Dt 28:63 o autor afirma que Deus tinha prazer, deleite em destruir Israel, somente porque não obedecia os mandamentos, mais uma vez, a visão do autor: se você faz o bem será bem sucedido, senão será mau sucedido. Para Deus se "deleitar", ele deveria estar na terra, se materializar e eu ver ele dando a gargalhada.... para encaixar o contexto. o autor não viu a Deus, não tem como saber se elhe deu gargalhada...tudo figura de linguagem do povo judaico.

Os Homens da Antiguidade estavam tentando se comunicar com pessoas que viviam em  trevas, assim sendo, ao descreverem “Deus” descreveram o com Antropomorfismo, ou seja, a ausência total de possibilidade descritiva (através do idioma) do que seja o sentir divino sobre a vida!  Ou seja dar uma forma humano um sentimento humano a algo Divino que é indescritível. O desgosto  de Deus vira “ódio”, a tristeza de Deus se torna em “arrependimento”, a disciplina de Deus vira a “Ira de Deus” ESTA FOI A FORMA  DE MOISÉS E OS PROFETAS explicarem ao povo hebreu as conseqüências do pecado.

Toda essa confusão é apenas por causa de uma coisa que eu chamo de "percepção humana daquele que É". Como você sabe, a Bíblia é uma coletânea de livros compilados por pessoas que viveram e relataram a sua percepção "daquele que É", em muitas vezes,  essa percepção se choca com outras percepções, mas ainda assim é uma percepção "daquele que É".Eu vejo que todas as percepções que mostram "aquele que É" como o Deus da guerra, o mentiroso, iracundo e o que tem prazer no mau, apenas revela o estado deespírito daquele autor, e logo, mostra uma percepção equivocada "daquele que É".

7.      A Ideologia e Lingüística do Autor.

7.1.   Proibição do assassinato (Êxodo 20:13). Deus manda Moisés matar todos os homens de Madiã (Números 31:7).

7.2.   Proibição do roubo (Êxodo 20:15). Deus manda roubar os egípcios (Êxodo 3:21-22).

7.3.   Proibição da mentira (Êxodo 20:16) Deus permiti a mentira (I Reis 22:22)

7.4.   Deus não pode mentir (Números 23:19). Deus deliberadamente enviou um “espírito” mentiroso (I Reis 22:20-30) (II Crônicas 18:19-22). O Senhor engana os profetas (Ezequiel 14:9).
O episódio da adoração do bezerro de ouro, nas fraldas do Sinai, enquanto Moisés recebia, no alto da montanha, as tábuas da lei, mostra-nos o momento crítico de transição da Aliança Animal para a Aliança Divina. Abrão, Isac e Jacó, já haviam firmado a Aliança Sagrada, mas o povo hebreu, ainda confiava mais no culto egípcio do Boi Ápis, cuja força e virilidade se apresentavam concretas e vivas, no corpo do animal vigoroso. O Bezerro dos israelitas tinha a vantagem do vigor juvenil e sua imagem de ouro, excitava a imaginação dos que pretendiam desfrutar, para sempre, das delícias de Canaã, com leite e mel em seus rios, e o fascínio do ouro e do poder, nas conquistas a realizar. Moisés teve de recorrer ao fio da espada, para lembrar aos fascinados, que a juventude e a força do homem, podiam apagar-se num simples golpe de lâmina. E isso, no momento em que recebera o manda-mento incisivo: "Não matarás"

Deus é mentiroso, Deus da guerra, Deus é iracundo, Deus  tem prazer no mau, Deus coloca hemorróidas, câncer, e todas as doenças de Dt 28, Deus manda profeta andar pelado, Deus manda apedrejamento Deus manda profeta comer cocô, Deus quem mandou o dilúvio, nada mais é que, ideologia dos autores... como todos hoje em dia falam, Terremoto, Tsunami foi Deus, quando na verdade são agentes naturais do planeta. Quando lemos sobre os massacres dos inimigos de Israel em nome de Deus, devemos lembrar também da violência cometida por nações cristãs em nome de JESUS, tudo, era puramente religioso e ideológico assim como AS BATALHAS EM NOME DE DEUS no VT.

7.5.   Ninguém jamais "viu" a Deus (João 1:18, 6:46) (I João 4:12). Basta observar o contexto, a palavra está no sentido de "conhecer" Aqui a palavra está no sentido de "enxergar" Jacob viu Deus cara a cara (Gênesis 32:30). Moisés e os anciões de Israel viram Deus (Êxodo 24:9-11). Deus falou com Moisés cara a cara (Êxodo 33:11) (Deuteronômio 34:10). Ezequiel viu Deus em uma visão (Ezequiel 1:27-28).

7.6.   Quem crê no filho de Deus tem vida eterna (João 3:36). A palavra Crer falando na nossa linguagem, seria:  "botar fé nas idéias de Jesus, e viver daquele jeito que ele ensinava."

7.7.   Quem ama a Deus e ao seu próximo tem vida eterna (Lc 10:25-28). Quem guarda os 10 mandamentos tem vida eterna (Mt 19:16-17). Aqui, é Jesus ensinando a LEI DE MOISÉS, AOS JUDEUS, A LEI DIZIA ASSIM,apos a sua morte, a lei é abolida, Jesus cumpriu a lei para que nós não viessemos a cumprir. Um testamento é válido apenas com a morte do testador, assim disse Paulo. Então até que Jesus morresse, todos deveriam cumprir a Lei. e a Lei dizia: "Amar a Deus sobre tudo, e o próximo como a si mesmo."

7.8.   Deus confiou o julgamento a Jesus (João 5:22) (João 5:27,30 8:26) (II Coríntios 5:10) (Atos 10:42). Jesus, porém, disse que não julga ninguém (João 8:15,12:47).Os santos hão de julgar o mundo (I Coríntios 6:2). Claramente, vê se que a palavra Julgar tem outro sentido, uma no sentido de "acusar, se por no lugar de Juiz", outra no sentido de "discernir o que é certo e errado" Por isso a importância de ler todo o contexto.

7.9.   A terra vai durar para sempre (Salmos 104:5) (Eclesiastes 1:4). A terra perecerá (II Pedro 3:10) (Hebreus 1:10-11). O termo grego “αιωνιον”= aionios ("eterno") literalmente significa "aquilo que dura um período", e freqüentemente refere à permanência do resultado e não à continuação de um processo. Essa palavra qualifica objetos de uma natureza limitada e temporária; assim, indica apenas uma duração indeterminada (mas não eterna). A palavra aionios, traduzida como "eterno", "para sempre", significa literalmente "perdurando por um século”. (MUNSEY, William Elber – Eternal Retribution. Murfreesboro, TN, Sword of Lord Publishers, 1951, p. 65.) .


8.      A Moralidade da Lei: A Lei  tornou-se Obsoleta Para Nossa Época.

Deus não impôs leis a Israel para as quais o povo não estava preparado. Naquela época turbulenta, jamais
conseguiriam guardar a hermeneltica de cristo. A lei mosaica foi pensada para ser temporal. Se ela é estranha ou cruel aos nossos olhos, ainda assim significou uma melhora nos costumes e nas estruturas sociais do Oriente Médio da época. O Antigo Testamento, para dar um exemplo, limitava os castigos infligidos aos escravos, ao contrário do que ocorria nos países circundantes, onde os escravos estavam totalmente à mercê dos seus amos. Em Israel, também, os escravos estrangeiros fugitivos deviam ser acolhidos. Outros códigos, como o de Hamurábi, tinham muito menos respeito pela vida humana do que o código mosaico. Muitas das leis, além disso, sofriam restrições de outras leis. O Antigo Testamento prescrevia a pena de morte para dezesseis crimes, mas em quinze deles o juiz podia sentenciar uma pena menor. A lei mosaica, portanto, é menos estrita do que os códigos orientais próximos.

Elas aconteceram em circunstâncias culturais de menor “refinamento moral”. E mostram, ainda, que Deus pode guiar o homem para a sua meta redentora apesar dessas limitações. O catolicismo fez uma lambança nas traduções, Israel seguia um senhor e um SENHOR, um (senhor) era o criador, o outro (senhor) era o diabo. Lembrando que Davi não era levita para considerar tudo que saia da sua boca. Lembrando que depois de Salomão, os levitas foram expulsos e os judeus assumiram o sacerdócio, o templo e tudo (SEM AUTORIDADE NENHUMA), portanto tudo que saia das bocas deles não proviam do criador. Os levitas eram convocados a confrontar os judeus e eram torturados e assassinados. Nesse momento era certo falar que os judeus serviam a um senhor (baal) ou até mesmo um Deus com as características do Jeová citado, afinal os judeus tinham trocado de lado a muito tempo depois que foram cativos para a babilônia.

A LEI FOI DADA PELO PAI, POR CAUSA DA TRANSGRESSÃO DE ADAO... ESTÁ MORTA E ENTERRADA PELO SACRIFÍCIO DE CRISTO QUE IMPULTOU O PECADO DE ADÃO!!

9.      Deus do Velho Testamento confirmado no NOVO TESTAMENTO.

9.1.   Abrão e VT confirmado como as  Alianças de Deus. (Hb 8:9)(Gl 3:17) (At 13:172) (Pd 2:4-9)
9.2.   Previsões dos profetas (Gálatas 3:8) (Lucas 24:44) (Tiago 2:23)
9.3.   Fé do Deus do VT e em sua Lei  (Hb 11:4) (Rm 3:30) (Hb 11:71) (Cor 9:9)
9.4.   Jesus cita a lei para se justificar... (Lc 4:8) (Mt 21:13)
9.5.   Jesus diz que ele é o messias do Deus do VT que havia de vir  (João 4:25-26)
9.6.   Jesus diz que os judeus sabem muito bem a quem adoram, e a salvação vem deles (João 4:22-23)
9.7.   Sodoma e Gomorra citada como exemplo por Jesus e os apostolo: (Jd 1:7) (ms 9:29) (Mt 11:24)(Lc 17:29)
9.8.   O Deus de Jesus prega quem fez a aliança com Abrão (At 3:25;  At 24:14; Hb 8:9)
9.9.   O pai de Jesus repousou no sétimo dia no velho testamento (Hb 4:4-6)
9.10.  O pai de Jesus falou muitas vezes, aos pais, pelos profetas, agora pelo filho  (At 3:13 )
9.11.  O pai de Jesus era o Deus do povo de Israel no Egito (At 13:17)
9.12.  O pai de Jesus abriu o mar vermelho At 7:35-36;( Hb 3:9-12 6)
9.13.  Viram 40 anos as obras do pai de Jesus que revela a Paulo (Hb3:1-6)
9.14.  O Deus de Israel ressuscitou Jesus  (At 5:30; At 13:32)
9.15.  Demônios se fizeram passar pelo pai de (Jesus Jr14 e Jr23 )
9.16.  Jeová "eu sou" é  Jesus ao mesmo tempo. (Mt 22:3; Ex 3:14>>João 8:58)
9.17.  O pai de Jesus chamou seu povo de rebelde e por isso a lei foi dura  (Rm 10:2)
9.18.  O pai de Jesus põe ciúmes (antropoformista) (Rm 10:19)
9.19.  A aliança de Jeová foi confirmada  por Deus em cristo! (Gl 3:17)
9.20.  Paulo vendo os santuários dos Atenienses, achou um altar do Deus Judeu que eles conheciam como: “DEUS DESCONHECIDO”. Esse, pois, é o Paulo anuncia. (Atos 17:23)

Jesus explica que Moisés permitiu o divórcio por causa da dureza do coração das pessoas. Uma sociedade patriarcal, a escravidão, a primogenitura e outros costumes eram a normal da época. (Mt 19, 8), A Palavra Escravidão, é mais uma transferência de identidade lingüística, na época significava, aquele que rouba está endividado trabalhar por um período afim de que se pudesse quitar uma dívida.

Agora se você quer acreditar em NAS ATROCIDADES DE Deus exatamente como está escrito,  mesmo sendo ele contraditório, mesmo tendo sido reescrito varias vezes por uma infinidade de pessoas....desconsiderar o contexto histórico, a transferência de identidade das palavras e o Antropoformismo, fica a critério de cada um. Eu penso que devemos viver o evangelho e pregar que Deus é bom, que Deus não mente, que Deus não se arrepende, que Deus não pode ser tentado pelo mau, que Deus não é iracundo, que Deus não manda profeta comer fezes, nem se casar com prostituta, que Deus não coloca hemorroida e etc, pois como foi provado, VT é uma não é uma história bem contada, mas, sim, uma história tradicionalista israelence, esqueça esse negocio de toda escritura é inspirada....Paulo se referia as escrituras que ele estava escrevendo, ele não é maluco pra se contradizer e dizer q é o VT. O VT é só uma historia de Deus da perspectiva de homens primitivos, que batiam de frente com outros homens primitivos....isso explica as contradições gritantes....e onde há contradição não pode haver verdade....aonde está o bom senso. né?  Agora o ensino hermeneltico de Jesus, nunca foi contraditório, mas sim, em síntese  é Apartar se do mau, e fazer o bem, atender os necessitados e carentes.

Então vem a pergunta: Porque Deus deixou a palavra dele ser alterada? 

JESUS SABIA, ELE SEMPRE SOUBE:

Veja:

Jeremias 31:31-34
Eis que dias vêm, diz o SENHOR, em que farei uma aliança nova com a casa de Israel e com a casa de Judá. Não conforme a aliança que fiz com seus pais, no dia em que os tomei pela mão, para os tirar da terra do Egito; porque eles invalidaram a minha aliança apesar de eu os haver desposado, diz o SENHOR. Mas esta é a aliança que farei com a casa de Israel depois daqueles dias, diz o SENHOR: Porei a minha lei no seu interior, e a escreverei no seu coração; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo. E não ensinará mais cada um a seu próximo, nem cada um a seu irmão, dizendo: Conhecei ao SENHOR; porque todos me conhecerão, desde o menor até ao maior deles, diz o SENHOR; porque lhes perdoarei a sua maldade, e nunca mais me lembrarei dos seus pecados.

Hebreus 8:8-11
Porque, repreendendo-os, lhes diz: Eis que virão dias, diz o Senhor, Em que com a casa de Israel e com a casa de Judá estabelecerei uma nova aliança,Não segundo a aliança que fiz com seus pais No dia em que os tomei pela mão, para os tirar da terra do Egito; Como não permaneceram naquela minha aliança, Eu para eles não atentei, diz o Senhor. Porque esta é a aliança que depois daqueles dias Farei com a casa de Israel, diz o Senhor; Porei as minhas leis no seu entendimento, E em seu coração as escreverei; E eu lhes serei por Deus, E eles me serão por povo; E não ensinará cada um a seu próximo, Nem cada um ao seu irmão, dizendo: Conhece o Senhor; Porque todos me conhecerão, Desde o menor deles até ao maior.


2 Coríntios 3:3
Porque já é manifesto que vós sois a carta de Cristo, ministrada por nós, e escrita, não com tinta, mas com o Espírito do Deus vivo, não em tábuas de pedra, mas nas tábuas de carne do coração

1 João 2:27 
E a unção que vós recebestes dele, fica em vós, e não tendes necessidade de que alguém vos ensine; mas, como a sua unção vos ensina todas as coisas, e é verdadeira, e não é mentira, como ela vos ensinou, assim nele permanecereis.

O Deus que fez o mundo e tudo que nele há, não é limitado pra deixar a palavra dele em Pedra nem em papel, mas sim nos nosso corações, mais do que falar do evangelho, devemos viver o evangelho, dia a dia, como cartas vivas, talvez, esse seja o único evangelho que as pessoas enxerguem em você; Paulo diz que nós somos a Carta Viva. Escrita no coração, e conhecida por todos os homens. Portanto, não perca seu tempo tentando provar a Verdade. A Verdade é para ser vivida. A Única prova da Verdade é a Vida. E a Verdade é provada como verdadeira quando o bicho pega e a gente não teme; quando a morte chega e a gente celebra a vida; quando o ódio impõe sua tirania e a gente o destrói com Graça e Perdão. Essa é a coerência; e que só será vista em sua vida, não num pedaço de papel. Mas essa revelação, nem todos estão prontos para aceitar.

-Por Time Verdade Reoculta

Referências:

ALMEIDA, Antonio - Manual de Hermenêutica Sagrada - CEP/IPB/1985. BERKHOF, Louis - Princí pios de Interpretaç ão Bí blica - Juerp/1994. CHAMPLIN, R.N. ; Bentes, J.M. - Enciclopédia de Bí blia, Teologia e Filosofia.
MOSkALA , J. The laws of clean and unclean animals of Leviticus 11: their nature,
theology, and rationale (an intertextual study). Berrien Springs, EUA: Adventist
Theological Society Publications, 2000 
CROATO, J. Severino - Hermenêutica Bí blica - EP/1985. DROSNIN, Michael. O Cód igo da Bí blia: As profecias ocultas no Antigo Testamento. São Paulo: Pensamento-Cultrix, 2002. FEE, Gordon D./STUART, Douglas - Entendes o Que Lês? - Vida Nova/1989. HENRICHSEN, Walter A. - Princí pios de Interpretaç ão da Bí blia - Mundo Cristão/1995. PAULA, Oséas Macedo de - Anotaç õ es de Hermenêutica Sagrada - 1992. SANTINOVER, Dr. Jeffrey, A verdade por trás do Cód igo da Bí blia: Histó ria real da surpreendente descoberta cientí fica de conhecimentos ocultos nos primeiros cinco livros da Bí blia. São Paulo: Pensamento-Cultrix, 2002. SOBRINHO, Antonieto Grangeiro - Hermenêutica Bí blica - CPAD/1981. STITT, Willis Gordon - Hermenêutica II - Apostila - ABECAR/SP. STITT, Willis Gordon - The NIV Study Bible - Hadder & Stoughton - UK. 
Antigo e Novo Testamento Interlinear
curiosidadesnanet.com
BÍBLIA THOMPSON - EDITORA VIDA
www.santovivo.net
Manual de exegese Biblica novo Testamento-Gilson Xavier de Azevedo

16 comentários:

Postar um comentário