O que Paulo abandonou ao se converter ?

Por Dinho
Acaso não lemos o que Paulo abandonou ao se converter? Paulo um hebreu da tribo de Benjamin, praticante zeloso da Lei, fariseu. Quando caiu as escamas de seus olhos, percebeu que tudo aquilo era ESTERCO. O apóstolo Paulo escreveu: “examinar a tudo e reter o que for bom” (1 Ts 5:21), As pessoas estão acostumados a  aceitar sem questionar, assim como na época medieval, tudo o que ensinam do palco como verdade suprema, sem pensar, analisar ou questionar. A verdade é que são acomodados e preguiçosos, não querem ler e estudar as Escrituras, preferem que alguém  faça isso por eles, típico do povo brasileiro isso facilita a vida dos Falsos profetas que  destorcem, manipulam e pregam suas heresias da teologia da prosperidade. Paulo largou é, o que talvez te prenda hoje, O Sistema Religioso com muitas regras e deveres como se o que o Salvador fez não fosse o suficiente e precisasse hoje fazer todo o sacrifício para se obter a vida eterna. Nos dizem até mesmo que se não estiver filiado a uma denominação estamos desviados dos caminhos do criador. O que diriam então de Paulo?  Paulo afirmou: tudo que aprendi no Sistema Religioso me serviu de escória (escória é eufemismo pra merda). (Fp 3:8).

Se as pessoas conseguissem ver como Paulo viu, elas não estariam ligadas a religião nem a dogmas mortos, ao invés das pessoas se preocuparem com o próximo como orientou nosso Salvador, elas vivem pra si. Paulo e Estevão, utilizavam algumas tendas para se abrigarem a noite, recrutavam anciões (na Bíblia traduzida como Pastores), para espalhar as boas novas da graça e dispensação da lei, mas ficou bem claro, “ide e pregai o evangelho”, não é “vide para o templo escutar, cantar e dançar”(João 4:20-24),(Mc 16:15),(Atos 5:20), Jesus orientou que, deveríamos servir uns aos outros como ele nos serviu (Mt 20:27-28) disse ainda que aonde dois ou mais estiver no nome dele ali ele estará, também disse que em silêncio, em seu quarto, em espírito orando ele também estará (Mt 6:6).

A escritura não diz para ir ao templo de pedra em momento algum, Jesus nunca orientou a termos denominações nestes lugares, ele próprio não tinha, a unção para aprendermos lendo as escrituras através do espírito de Deus. (1 João 2:27 ). De fato Paulo disse ao povo de Corintios, que se fossem cantar e orar que seja com espírito e entendimento (Co 14:14-16), ele não viu problema nisso, lembre-se a carta de Corintios é uma carta corretiva, e não com caráter de legislativo, ele está corrigindo e não instituindo, mas jamais afirmou que cantar hinos de louvor em templos de pedra edificado por homens fosse prioridade. Prioridade é amor (Co 13:13). Estevão, Paulo, Jesus e tantos outros foram mortos pelos Líderes Religiosos Sacerdotes dos templos , agora eu te pergunto : existiu alguém maior que Jesus ou seus discípulo pra destruir esses templos? Se não, então eles continuam através dos séculos enganando milhares de pessoas? Ensinando as mesmas doutrinas que ensinavam na época de Jesus e seus discípulos, que eram na época, considerado Herejes? Se um templo de pedra fosse bom, porque Jesus então quis derrubá-lo? (Mt 26:61). Ele ergueu algum templo de pedra?

10 comentários:

  1. O seu conflito, ou questão, nem Paulo e nem o escritor de Hebreus tinham. Digo isto porque Paulo, que conhecia o Antigo Testamento e todas as tradições a ele ligadas, lutou contra a Teologia Moral de Causa e Efeito em todas as suas cartas. E mais: ele recorre ao Antigo Testamento, aos salmos, e aos profetas, a fim de mostrar que aquela “Fase Humana” havia ficado sepultada em Jesus; e que, conforme as mesmas Escrituras, em Cristo começaria uma nova consciência, com a lei gravada no coração, não como mandamentos de exterioridades, mas como percepção fundada no amor, na justiça e na verdade — tudo isto “inscrito no coração”.

    Paulo também diz que a Lei foi dada, e com ela as causalidades e seus efeitos, a fim de que se avultasse a consciência do pecado em nós. O próprio Paulo também diz que a Lei era parte da infância da consciência, pois nos servia de guia, de aio, de servo que pega e leva para a escola — embora, agora, já andando no Caminho pela fé, ele diga que já não se precisa mais da Lei.

    ResponderExcluir
  2. Além disso, toda a argumentação de Paulo acerca da justificação pela fé conforme o dom da Graça, se fundamentava nas declarações dos salmos e dos profetas; bem como, além do que estava declarado, ele, Paulo, interpretava o que estava apenas implícito na leitura — e ele faz isso lendo a Escritura a partir de Jesus, e não Jesus a partir da Escritura.

    Isto porque Paulo lia o Velho Testamento a partir da consciência histórica adquirida em Jesus. Ou seja: Jesus era a “Chave Hermenêutica” de Paulo.

    Assim, a partir dessa “Chave Hermenêutica”, Paulo interpreta a Abraão, a Sara e Hagar, a Ismael e Isaque, a Esaú e Jacó, etc... — sempre visando mostrar como Jesus era o cumprimento de todas as coisas. E foi também a partir da mesma “Chave Hermenêutica” que o escritor de Hebreus interpretou o VT.

    O escritor de Hebreus chega ao ponto de dizer que Jesus era maior do que Moisés, e maior do que tudo no Velho Testamento. Portanto, tornando tudo o que era pertinente à Velha Aliança, coisa obsoleta e que não tem mais nenhuma utilidade.

    ResponderExcluir
  3. Ele abandonou o sistema judaico da qual não aceitava o filho de Deus como o messias que estava anunciado.

    Simples assim.

    Qualquer coisa além disso é mera especulação sem comprovação nenhuma.

    Fiquem com Deus !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. circuncisão significa LEI...os novos convertidos estavam Insistindo em ficar no velho testamento...a cristandade nos dias de hoje é uma cópia daquele sistema religioso, com sacerdote, templo, culto etc....Ele saiu daquele lixo.

      os que permanecem nesse sistema sacerdotal

      Pisam na cruz
      fazem o sacrificio vãos
      e a promessa aniquilada

      Excluir
  4. E outra coisa. Não que eu esteja que religião salve, mas de forma alguma na passagem de Filipenses 3:8, Paulo está mandando sair das religiões. O texto em questão trata de uma outra questão que sequer você citou que foi a circuncisão . Eles simplesmente estava levantando a questão sobre o fato de algumas pessoas estarem insistindo no cumprimento do rito da circuncisão como elemento de salvação para o indivíduo. E justamente por isso, Paulo disse que a justiça dele naõ vem da lei e sim da fé ( filip. 3:9 ).

    Ou seja, aqui não fala nada para sair da religião, o tema aqui nem de longe lembra isso.

    Fique com Deus !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você foi claro. Li que Jesus ia templo e participava lendo os rolos (bíblia da época). Deus seja louvado. Muitas pessoas distorcem o que está escrito na Palavra. Elas darão contas a Deus, pois todos nós estamos sujeitos a ser instrumentos de Santanás, se não nos entregarmos ao Senhor a cada momento. Temos que ter muito cuidado ao escrevermos o que achamos e dizer que isso ou aquilo é verdadeiro. A verdade de Deus é apoiado em vário versículos da Bíblia. Um texto fora do contexto é um embuste. Grato.

      Excluir
  5. Paulo de Tarso, aglutinando as chamadas Igrejas dos Gentíos e ligando-as à Casa do Caminho, de Jerusalém, fundou a Igreja Cristã, desligando para isso a de Antióquia da Sinagoga local e dando-lhe a independência necessária à sua completa institucionalização. Mas Paulo não se colocou na posição de chefe da Igreja, nem procedeu a ordenações sacerdotais, recusando-se mesmo a batizar, pois segundo afirmou, só batizara uma vez e não mais voltara a .fazê-lo, porque a sua missão não era batizar, mas pregar o Evangelho. Apesar de sua formação faraisaica, Paulo de Tarso compreendeu a orientação de Jesus e não pretendeu criar uma Igreja Cristã nos moldes judáicos. Cortou o processo das ordenações, depois de haver circuncidado Apolo, o que passou a considerar como um dos seus erros

    As religiões seguem o mesmo padrão sacerdotal do velho testamento, portanto podemos concluir sim, ele saiu do templo religioso e fundoi a igreja(que significa chamados para fora) de onde? do templo é claro.

    Rm 9:4
    Os israelitas, dos quais é a adoção, a glória, as alianças, a lei, o culto, e as promessas;
    [Os israelitas OU É PARA nós?]

    Hebreus 8:13-Hebreus 9:1
    Dizendo Nova aliança, envelheceu a primeira. Ora, o que foi tornado velho, a primeira tinha ordenanças de culto divino, e um santuário terrestre.
    [Culto no templo religioso é lei de Moisés, rudimento fraco e pobre!]

    TUDO ISSO QUE VEMOS HOJE, TEMPLO, CULTO, É UMA IMITAÇÃO DAQUILO QUE PAULO CHAMOU DE ESTERCO...AINDA NÃO PERCEBEU?

    ResponderExcluir
  6. Religião é um dos piores temros criados pelos "senhores do mundo" porque coloca as pessoas debaixo de leis e placas de denominações...
    Faz com que os seres humanos causem dissensões ente si, e não permite que vivam a verdade do evangelho que é: A Justiça de Deus!
    Os justos perante Deus, são aqueles que o adoram em verdade e em espírito como está revelado em Apocalipse 14:4que diz: "Estes são os que não se contaminaram com mulheres, pois se conservaram castos e seguem o Cordeiro por onde quer que ele vá. Foram comprados dentre os homens e ofertados como primícias a Deus e ao Cordeiro." Religião não salva, nem ensina a verdade, só Jesus pode fazê-lo! A Lei de Deus não foi abolida, como muitos que também não tem religião gostam de dizer... mas Jesus disse que veio cumprir a lei. E quando temos consciência de que Jesus mora dentro de nós e vê tudo o que fazemos... passamos a cumprir as leis... erramos... mas vamos aprendendo. Porque a própria palavra de Deus fala que os escolhidos vão estar preparados e irrepreensíveis até aquele dia... Isso é ter fé! Glória a Deus! Amados Jesus está passando! Não percam a oportunidade!

    ResponderExcluir
  7. Muito esclarecedor, só vai entender quer tiver desejo de entrar no céu.

    ResponderExcluir
  8. Certíssimo o texto! Os que vierem pra debater contrário, pode ter certeza que são adeptos desse geração de ensinos enganadores!

    ResponderExcluir