Templocentrismo

Por Dinho

Na Sã Doutrina de Jesus não existe construção de templos religiosos, ele mesmo não tinha denominação nesses locais, na verdade Jesus nunca edificou um só templo físico, pelo contrário, ele derrubou o que era construído por mãos de homens e construiu um espiritual no dia em que ele disse “está consumado” o véu do templo se rasgou de cima abaixo e o as pedras se racharam (Mt 24:1-2) (Mt 27:51. A palavra de Deus não autoriza a criação de denominações religiosas, pois estas trazem assim a divisão dos cristãos o que é expressamente proibida no evangelho de João.

O templocentrismo é um costume pagão. Os judeus que estavam no Egito e depois foram para a Terra Prometida repararam que as pessoas que ali viviam tinham outros deuses, e os adoravam em templos, construções, isso porque os outros deuses eram físicos, ou seja eram imagens, esculturas, postes, enfim, precisavam de um lugar seguro, aonde os pombos não pousavam em cima e sujavam. Quando os judeus quiseram construir um templo para Deus, ele se sentiu imensamente ofendido pensarem que “ele caberia num templo feito por mãos de homens”. (Atos 7:49 )(Atos 17:24-25). Muitos dizem que único templo que Deus “autorizou” foi o de Salomão (1 Crônicas 28:9-11). Mas baseando se na passagem de crônicas, o verso relata a fala de Davi, que em leito de morte, pede para Salomão criar o templo de Deus, pois segundo o entendimento dele, foi autorizado pela boca do profeta Nata. No entanto como Davi era servo de Deus e não Profeta ou Sacerdote de Deus, ele não tinha acesso direto ao Criador, por isso a necessidade do Sacerdote ou profeta, Davi claramente entendeu errado a mensagem dada pelo profeta (2 Samuel 7:1-7). Analisando a mensagem do profeta: Quando Davi pede permissão ao Criador para construir um templo terrestre, o Criador responde claramente pelo profeta Natã: NÃO e ainda arremata, depois da morte de Davi e este estiver dormindo com os pais, ele fara levantar um dentre a descendências de Davi, para levantar o templo do Criador. (2 Samuel 7:12) Pergunta: Acaso quando Davi vivia, Salomão ainda deveria nascer ou já tinha nascido? Davi Deveria morrer para que nascesse quem levantaria o templo de Deus mas, Salomão já tinha nascido,  definitivamente não se trata de Salomão, se trata de Jesus que criou um templo espiritual (Mateus 26:61) (Coríntios 3:16-17), o templo de Deus duraria por toda a eternidade (2 Samuel 7:13), já o  templo de salomão foi destruído. O templo foi construído por Salomão, mesmo sabendo que o Criador não habitaria nele (2Cro.6:18),  Em síntese, naquela época o templo, era único, reservado aos sacrifícios e atos religiosos administrado pelo sumo sacerdote, enquanto as sinagogas eram varias e direcionadas a oração, leitura da palavra e interpretação no velho testamento.

O templo foi feito para arca da aliança, se o criador pediu para nem lembrarmos mais da arca, quanto mais de algo secundário como o templo que foi feito para a arcar. (Jeremias 3:16)

A vinda do Messias Jesus Cristo, trouxe uma revolução nos conceitos e padrões impostos pela sociedade e pela Lei, Jesus entrava e saia das sinagogas (Mt 13:54), (Mc 1:21), (Lc 4:16), mas também ensinava nos montes (Mt 5 e 7), orava nas clareiras dos bosques (Mt 26:36), e escrevia no chão (João, 8:4, 11), observe que ele pregava em qualquer lugar e não tinha denominação nesses locais. Assim como foi no começo da cristandade, ainda hoje podemos ser discípulos de Cristo longe dos templos e das instituições religiosas, basta ver que em cada caso citado acima o importante não era o local onde Cristo pregava, mas o que ele pregava. Jesus aboliu oficialmente, o templocentrismo pagão, junto com a lei de Moisés (2 Co 3:14) (Gl 2:19) a servidão, preceitos, atividades, e atos religiosos do sacerdócio Levítico, somos agora filhos de Deus, não mais servos (Gl 3:13) (Gl 4:6-7) (Gl5) (Hb 8:13) e temos a unção do  Espírito Santo  (1 João 2:27),  a  salvação  vem de graça a todos, (João 3:15-16), Assim sendo, nunca houve e  não há a necessidade de “servir a Deus” em templos terrenos como os judeus,  para que não se faça a cruz de Cristo vã. (Jo 4:20-24) (1 Co 1:17). Quando se lê “Igreja” na Bíblia, entenda-se como sendo o grupo de pessoas seguidoras de Jesus, e não o prédio de alvenaria, esse é o templo. Em Apocalipse quando se fala em “Escrever cartas às Igrejas”, entenda-se como “Escrever cartas ao grupo de cristãos de tal lugar”. Veja bem, a palavra “Igreja” foi blasfemada para templo de pedra, pelas instituições e pessoas que se apoderaram da Palavra, como Jesus explicou através da parábola em que os lavradores maus, ativos até hoje, que mataram o filho do dono da vinha (Ele) e tomaram  para si a administração do negócio (Lucas 20). 

Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos,  se vos amardes uns aos outros”. (João 13:35 


Observe, não é frequentar templos RELIGIOSOS e sim amar o próximo.

E, estando Paulo no meio do Areópago, disse: Homens atenienses, em tudo vos vejo um tanto supersticiosos; Porque, passando eu e vendo os vossos santuários, achei também um altar em que estava escrito: AO DEUS DESCONHECIDO. Esse, pois, que vós honrais, não o conhecendo, é o que eu anuncio". (Atos 17:22-23)
 
1-Primeiro atributo do Deus de Paulo


O criador do céu e da terra" 


2-Segundo atributo do Deus de Paulo

Não habita em templos e nem precisa ser servido em templos por mãos de homens."


Esse que é o VERDADEIRO  criador, esse que não precisa ser servido POR MÃOS, será mesmo que ele precisa do seu dinheiro para manter a obra dele? Precisa que você frequente templos e altares pagãos? precisa que cante e bata palma pra ele? precisa receber louvores de homens em voz alta? Se o seu Deus pede para servi-lo dessa forma, a qual "deus" de tantos "deuses" que existem você serve?

Mas...Jesus Defende o Templo!?
Jesus chega com o chicotinho e defende o Templo Romano de Erodes? Quando ele diz a "minha casa" Sempre que se fala em minha casa no antigo testamento, o Criador se refere a ISRAEL , sempre foi ISRAEL a casa dele desde o antigo testamento como está escrito (Atos 17:22-23). 

Nesse momento foi uma das vezes que Jesus disse que veio para cumprir a Lei, (Mt 5:17) enquanto ela durou é claro! (2 Co 3:14) (Rm 10:4), (Rm 8:2-4), (Gl 2:16-19). Estavam violando a Lei de Moisés (que dizia que o sacrifício deveria ser de um animal criado desde pequeno e sacrifica-lo ao ficar adulto) ao vender os animais na porta do tempo, estavam anulando a alegoria da Lei de Moisés, e a  alegoria é essa: do sacrifico da lei de Moisés é uma sombra das coisas vindouras e um memorial ao salvador que viria ser sacrificado, para os que estavam sob a lei, a fim de lembrar a todos que:  Da mesma forma com que o cordeiro amado que você criou, amou, deveria ser sacrificado, isso mesmo, sendo um animal inocente que você tem um vinculo amoroso, para morrer por nada no altar (sangue não pode tirar pecado disse Paulo), assim aconteceria com o salvador. A alegoria foi instituída, para que as pessoas tivessem a noção de como o criador se sentiria ao enviar o seu filho, cordeiro inocente e imolado. Quando Jesus chegou com o chicotinho, tendo a ciência do futuro, ele se sentiu vendido e comercializado, comercializando ele mesmo que representa o sacrifico um memorial ao futuro onde seu nome seria comercializado no futuro, ou seja, nos dias de hoje também. Jesus se viu no espelho! A começar: que ele foi comercializado por 30 pratas! Clique Aqui  para saber mais

Em apocalipse diz que A besta blasfema contra o tabernáculo de Deus (Ap 13:6) Se o verdadeiro Tabernáculo/Templo/Igreja somos nós (1 Cor 6:19), pela etimologia da palavra, “blasfêmia é substituir algo verdadeiro pelo falso”, substituíram o templo verdadeiro que é você (1 Cor 3:16-17) por um outro falso feito por mãos humanas, isto é, o templo de alvenaria não feito por Deus, (João 2:19-21) que todos chamam hoje de igreja. Jesus é o caminho, não é um cainho físico, nem no templo nem no monte, é um caminho espiritual. (João 4:20-24).  Não há construções físicas, como feito na torre de babel, ou templos feitos por mãos para se chegar ao criador, o verdadeiro templo é feitor pelas mãos do criador, e não do ser humano.

Templo de pedra é blasfema contra o verdadeiro tabernáculo, Templo sempre foi uma ferramenta política, um instrumento extrativista de arrecadação financeira, templo é casa de ignorantes fanatizados. Servir a Deus no templo? "Ao criador a qual sirvo em espírito" (Rm 1:9) não físico. Os lideres de hoje inconscientemente seguem os padrões imperialistas do sistema Romano e não os padrões dos apostolo, se fazem sacerdotes negando assim o sacrifício de cristo.

Sabemos que as profecias dizem que o filho da perdição vai sair de um sistema religioso. Sabemos que as profecias dizem que muitos serão enganados por falsos pastores do sistema religioso Pergunta: o que eu vou cheirar no sistema religioso?

Não está escrito, no NT que a Religião de verdade é atender aos necessitados? (Tiago 1:27)
Seria talvez a fala de Paulo, Salomão, Estevão, Barnabé, Natã e tantos outros mentirosas ao dizer que o Criador não habita em templos feitos por mão de Homens? (Atos 17:24-25)
O Próprio Salvador Jesus teria mentido em dizer que não tem nem onde reclinar a cabeça, sendo que esses incontáveis templos não são a casa dele? (Mt 8:20), (Atos 7:48)
O Criador mentiu ao dizer que não se agrada dos cultos litúrgicos? (Mt 15:9)
De onde surge o direito divino de vincular a salvação de alguém a uma instituição? Quando Cristo afirmou que para estar salvo você deveria ser membro de algum grupo religioso?
Jesus teria mentido aos Gentios dizendo que não devemos adorar em Templos? (João 4:20-24) 


E se o espírito do pai habita em vós, (Rm 8:11) porque buscar em templos de pedra? Nem no templo nem no monte é importante que se adore em espírito porque o pai é espírito como está escrito (Atos 17:24).(João 4:20-24). Santuários de pedra são coisas de Judeus da antiga aliança ou lei de Moisés feita para Israel, não para nós, (Dt 4:44), manifestações físicas, onde havia a necessidade de um mediador de sacrifícios, nós não devemos imitar os Judeus, pois quem imita Judeu e não é Judeu, chama se Sinagoga de Satanás (Ap 2:9) (Ap 3:9).

Já no Novo Testamento ou nova aliança com Jesus, não é necessário mediador entre o Criador e nós, não é necessário o sacerdote. Há só um mediador e a escritura é bem clara ao dizer que se trata de Jesus Cristo o Salvador. (1 Tim 2, 5 e 6).(João 14, 6),  não havendo mais a necessidade de homem entre nós e o Criador para interceder-lo, temos acesso ao criador através de Jesus.

Se tudo o que citei estão nas Escrituras, então porque os líderes religiosos não ensinam a verdade? Entenda que o líder religioso tira seu sustento através das arrecadações dos templos, uma parcela da arrecadação vai para ele, todo o pão que ele como sai de lá, ele precisa fazer associações maldosas para que as pessoas entendam que devem freqüentar seu templo, ofertar, dizimar para sustentar o líder, pois este não tem outra forma de sustento compreende agora? Não digo TODOs, mas boa parte São profissionais e peritos em manipulação mental e lavagem cerebral, isso é ensinado a todo aquele que deseja ser um líder, eles tem tanto êxito, justamente porque nos não temos a curiosidade de ler, somos preguiçosos, e aceitamos informações mastigadas, não devemos absorver informações preparadas mastigadas e prontas, vamos analisar tudo e reter o que é bom, como nos alertou a escritura, analisar pensar e raciocinar.

Se o sistema religioso ensinar a verdade, por exemplo, que não devemos adorar nem no templo nem no monte, mas em espírito (Atos 17:24), (João 4:20-24), ou se as pessoas souberem que o espírito do Criador  habita em nós e não nos templos (Mt 8:20), (Atos 7:48), consequentemente não haveria motivos para buscar o criador em templos de pedra. Vão decretar falência, arruinar o comércio templocentrista que Jesus tanto denunciou, templos estes que dão tanto dinheiro, prostituem a palavra de Deus em virtude da corrupção que dinheiro traz, sacerdotes humanos sempre estão a favor deles mesmos já dizia Paulo (Hb 5:1), também não será justificada a existência de um líder religioso, isso mesmo, esse Sacerdote que está ai se chamando de Pastor e Padre  foi abolido por Cristo  juntamente com o templo e o culto! (Hb 4:14; Hb 7:14; Hb 8:13; Hb 9:1). Se descobrirem que o Pastor/Papa/Padre faz papel de Sacerdote e que hoje, o Sacerdote é Jesus Cristo, ele é o mediador e não outro homem como era no antigo testamento. (1 Tim 2, 5 e 6). (Jo 14, 6), acaba a todo o sistema! Os líderes vão ter que aprender a capinar e arrumar um emprego!

As escrituras falam mal da religião e dos templos, não eu. E o pior de tudo, se colocarmos a cabeça para funcionar e contestá-los, somos chamados de discípulo de Satanás, assim como a igreja católica fazia na época medieval e para piorar, sempre querem edificar, “igrejas melhores” promovendo a divisão dos cristãos, indo contra a vontade de Jesus (João 17,21).


Muitos fundam Templos com intuito de lucrar exigindo ofertas e dízimo, empresas oportunistas que usam de todos métodos para enganar para arrecadar, hoje, já virou charlatanismo aos olhos de todos, na TV, no radio, vemos a industria de Deus que se banalizou nesses templos imundos, tudo por dinheiro. Como posso freqüentar um templo Cristão hoje, sabendo que este representa o mesmo que matou nosso salvador Jesus? Com réplica da arca da aliança, bandeira de secular de Israel, viagens a Monte Sinai, Fogueira Santa de Israel...Estão formando Cristãos imitadores de Judeus, e está escrito que quem imita Judeu e não é Judeu, chama se Sinagoga de Satanás (Ap 2:9) (Ap 3:9). Os Judeus negam a Jesus Cristo e vão aceitar o falso messias que se declarará o próprio Deus (2Ts 2:1-4), segundo profecias, todos os imitadores de Judeus também vão aceita-lo. Compare você mesmo um culto Judeu que representa o povo que matou Jesus e um Culto "cristão" nos dias de hoje, as doutrinas, cultos, preceitos, pregações, manifestações físicas, e responda: Existe alguma diferença com os que nos vemos a toda esquina?  Depois de concluir que esses templos de hoje representam uma cópia exata dos Templos que assassinaram o nosso salvador, como tem coragem de freqüentar esses lugares?

Qualquer mente, com um pouquinho de discernimento, percebe que uma instituição religiosa é apenas a idealização de um homem. Suas regras e doutrinas são o conjunto de interpretações de um homem. Suas paredes foram erguidas por homens para que ali habitasse nada além de outro homem. Não há qualquer referência bíblica de que um homem pode impor a sua interpretação bíblica a seus iguais, muito pelo contrario! Não nos advertiu Cristo sobre estas pessoas iníqüas? (Mt 7:21-23). Quem freqüenta um culto cristão hoje, sabe que ele se tornou tão viciado quando os templos judeus da época de Cristo, talvez pior do que eles. O espírito cristão de hoje foi reduzido a freqüentar cultos, ouvir o que sabemos, sermos omissos em ajudar o próximo, defender a doutrina da instituição, suas regras e seu governo como se fosse uma criação divina e pior, como se possuísse poder divino. A submetermos-nos a rudimentos, a homens e a doutrinas. Nós damos dinheiro a uma instituição, para que ela crie mais templos ou organize novas obras, e não fazemos nada pelos outros. Encarregamos alguém de fazer. A igreja a qual Paulo falava somos nós, igreja significa templo do Espírito Santo (1 Co 3:16), que nunca foi templo de pedra nem casa de Deus (Atos 7:48,), (Atos 17:24), até Salomão que construiu um templo pra Deus sabia disso

Devemos então buscar a Igreja onde o teto é o céu e onde não há paredes. Devemos alimentar os famintos e curar os enfermos ao invés de ficar sentados no banco cantando. Abandonemos templos para pregar o evangelho a todas as criaturas; quem precisa repetir as interpretações de outros para pessoas que já as conhecem de cor? No Novo Testamento selado com o sangue de Cristo há um Povo Novo: a Igreja de Jesus Cristo, não é como alguns pregadores improvisados que de repente se sentem iluminados por algum espírito e passam a criar os seus grupinhos “cristãos”, para obrigar-lhes a pagar o dízimo e, assim, obter dinheiro, ou então a administrar a vida de seu rebanho com conselhos e sugestões. Se Deus quisesse ter uma Igreja celestial, teria enviado anjos para dirigí-la. A verdadeira Igreja de Cristo é formada por todos os verdadeiros cristãos não por tijolos, e tem o próprio cordeiro de Deus como cabeça que o diferencial é amor, não importa a cultura, a ignorância, entretanto, se não há amor, pode haver o nome de Deus, as doutrinas de “Deus”, culto e tudo a Deus, mas não haverá Deus aí. Quer Mesmo Agradar Ao Criador? Então tudo que quiser fazer para agradá-lo, faça para o próximo. Pesquise: Quantos templos Jesus construiu? a qual templo ele congregava? e seus discípulos?

Mas...os discípulos oravam no templo:
Jesus disse quanto a adorar ao Pai, nem no templo nem no monte, mas sim em espírito! A etimologia da palavra "Orar" vem de oratória que significa falar! Eles falavam em qualquer lugar inclusive no templo, ou Paulo seria louco, ficar denunciando o templo, chamar-lo de esterco e posteriormente frequentando-o como um clube social? Paulo diz: "fiz me Grego para ganhar Gregos, fiz homem da lei para ganhar os que estão sobre a lei", na mesma linha de raciocínio, idiotas para ganhar idiotas...Se o templo fosse realmente do Criador, então eu pergunto: Existia alguém mais importante que Jesus? Então porque no lugar do sacerdote, Jesus não ministrava o Culto no Templo? Ou Então João, Pedro ou Paulo?! Templo Religioso, e liturgia religiosa, como a conhecemos hoje, não veio do Criador, veio de ROMA!


43 comentários:

Postar um comentário