Obedecei a vossos pastores...


Por Dinho


“Obedecei a vossos pastores, e sujeitai-vos a eles; porque velam por vossas almas, como aqueles que hão de dar conta delas; para que o façam com alegria e não gemendo, porque isso não vos seria útil.” (Hebreus 13 : 17) 

Muitos evitam esse verso pois a interpretação que ouvimos acerca dele era de que, se devia obedecer cegamente a qualquer homem que carregasse o título/cargo/dom de pastor ainda que ele se corrompesse e mandasse todos fazerem coisas que contrariavam o Evangelho. 

Hoje, no entanto, graças a Deus, muitos já conseguem enxergar  que não foi isso que o Apóstolo Paulo quis dizer, não de acordo com o contexto do Novo Testamento. 


Isso não queria  dizer que quem ensine o evangelho em alguns momentos deva ser obedecido em tudo o que mandar (em seus caprichos, por exemplo). Deveria-se obedecer a quem  ensinava o Evangelho, porque ao fazermos estaremos obedecendo ao Evangelho e, consequentemente, a Cristo. Paulo diz que quando alguém nos ensina algo que seja diferente do Evangelho não deve ser obedecido,  mesmo que seja um anjo (Gálatas 1 : 8 )  

Em primeiro lugar, a tradução correta da palavra :

Paulo se referia a uma palavra não traduzida, é uma palavra simples: só um guia, um sábio, um ancião, que ajuda no entendimento da palavra e edificação da fé, até que essa pessoa amadureça! Não é para sempre, é só até ela ter o conhecimento e alcance a unidade e plenitude da fé, daí em diante é você anunciar o evangelho e deixar o guia, assim como Jesus fez com os apóstolos e os apostolo com seus discípulos!

A tradução da palavra Pastor é Guia, ancião, alguém que ensina a andar nos passos de Jesus, não é esse SACERDOTE que está aí hoje, líder de Culto Divino no púlpito Eclesiástico templocentrista ,que de forma prepotente se auto-intitula PASTOR/PADRE. Esse sacerdocio que está ai se chamando de Pastor e Padre foi abolido por Cristo (Hb 4:14; Hb 7:14; Hb 8:13; Hb 9:1) juntamente com o templo e o culto!

“Lembrai-vos dos vossos pastores, que vos falaram a palavra de Deus, a fé dos quais imitai, atentando para a sua maneira de viver.” (Hebreus 13 : 7) 

Isso significa dizer que, os que estão aprendendo devem observar o que o instrui e atentar para o modo que ele se comporta. Agora: nada disso tem a ver com o sistema religioso que conhecemos neste século, definitivamente. Esse Pastor do sistema Religioso que está aí toma um lugar de SACERDOTE.

Na verdade, no contexto do evangelho de Cristo, devemos ser sujeitos uns aos outros, a mulher ao homem, o homem ao Senhor, o Senhor a Deus, o o filho ao Pai, (Efésios 6 : 1) Pai ao filho   (Colossenses 3 : 21) assim como Jesus foi sujeito as autoridades que o dilaceraram e fizeram atrocidades e cretinices com ele, ainda assim ele foi sujeito, ele foi humilde, assim o exemplo é ser humilde ser respeitoso por mais que sejam injustos com você (1 Pedro 2:19-20), assim como Jesus o fez. Quanto mais aos que pregam o evangelho!

Quando Paulo disse que Jesus mesmo deu uns para  pastores,  (atenção verbo no passado  o Pastor era Pedro, apenas Pedro) outros para Ministros (Paulo), Presbítero, Diácono, Bispos, (que salientando nada tem a ver como ministério da hierarquia religiosa atual), (Efésios 4:11) até que tenham maturidade  o assunto aqui neste trecho deve estar em concordância com esse outro, (Hebreus 5:12) ou poderemos chamar paulo de louco pois se não fosse assim estaria a cada hora dizendo uma coisa diferente .

Resumo e Conclusão:


"Obedecei a vossos pastores..." ou seja, enquanto você está aprendendo, é um menino na fé, obedeça o que o guia lhe disser, porque ele lhe fala acerca do evangelho, e obedecer o evangelho é obedecer a Cristo, até que você amadureça e não seja menino na fé, foi assim até que o Evangelho do Novo Testamento foi escrito é claro, hoje temos o Evangelho por escrito e não existem mais guias, apenas evangelhistas que são aqueles que anunciam o evangelho

A mensagem do Evangelho é o tempo todo que, sejamos respeitosos e humildes uns com os outros, inclusive com quem prega o evangelho, na Nova Aliança, depois do sacrifício, "consumado" um só Pastor foi nomeado (João 21:17), depois da morte do único Pastor homem (Pedro), o nosso único pastor (Hebreus 13:20; Marcos 14:27) e intercessor (1 Timóteo 2:5; Hebreus 12:24; Hebreus 8:6; Hebreus 9:21 João 2:1;) é Jesus, não é homem, ninguém toma para si essa honra (Hebreus 5:4). Hoje,  temos a palavra escrita do NOVO TESTAMENTO, não temos mais pastores homens, hoje é Jesus o único mediador e intercessor e Pastor. (João 10.11-13; Hebreus 4:14; 1 Timóteo 2:5). Ficamos TOTALMENTE dependente de Deus e independente dos homens, sem arrogância, não existe mais sacerdote homem, Virgem Maria, Santos, Anjos ou qualquer morto,  qualquer que seja o intercessor. Todavia temos Evangelistas que são os que anunciam o evangelho, isto é, todos nós que o anunciamos! 

Por Favor não fique preso nesses versos, leia todo o capítulo para melhor entendimento, e ao invés de buscarem esses Sacerdotes, leia o novo testamento com atenção e com dicionário, se possível use o tradutor on-line do grego para o português e se surpreenda com o significado dessas palavras gregas não traduzidas de propósito para te enganar. O mundo Jaz no maligno e você acha que a religião ficou de fora?:

Pense nisso.

17 comentários:

  1. Devemos respeitar os pastores como qualquer ser humano. Mas o nosso pastor é Cristo, Jesus é a nossa cobertura espiritual. "Porque éreis como ovelhas desgarradas; mas agora tendes voltado ao Pastor e Bispo das vossas almas." (I Pedro 2:25)

    Nossa cobertura espiritual não deve ser carne nenhuma, mas Jesus Cristo. Muita gente não entende isso! Confundes-se respeito com cobertura espiritual, são duas coisas completamente opostas.

    ResponderExcluir
  2. SAIAM DO SISTEMA RELIGIOSO (APRISCO), O SALVADOR NÃO TINHA RELIGIÃO; O CRIADOR NÃO HABITA EM TEMPLOS DE PEDRA CRIADOS POR MÃOS HUMANAS, E NÓS SOMOS O VERDADEIRO TEMPLO DO ESPÍRITO SANTO. NÃO DEIXE QUE NINGUÉM VOS ENGANE, LEIA O CAPÍTULO INTEIRO DAS ESCRITURAS NÃO LEIA SOMENTE OS VERSÍCULOS ESTUDEM E MEDITEM NA PALAVRA DO ALTÍSSIMO.SAIAM DAS SINAGOGAS DO ACUSADOR!

    ResponderExcluir
  3. concordo..qem da o entendimento e o proprio pai ..entao pq ir p igreja?
    pensem bem meu amado ..
    tudo vcs ja teem,q e a palavra..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu preciso “freqüentar uma igreja”? (mp3)

      A salvação é individual. É verdade! Paulo disse que “cada um” será julgado “perante o tribunal de Cristo” (2 Coríntios 5:10). Não seremos julgados coletivamente como igrejas.

      A igreja não salva ninguém. Isso, também, é verdade! É pelo sangue de Jesus que recebemos “a remissão dos pecados” (Efésios 1:6-7). “Porque pela graça sois salvos, mediante a fé” (Efésios 2:8). A igreja não morreu por nós, e não é capaz de nos salvar.

      Algumas pessoas, compreendendo estes fatos, chegam à conclusão que a vida cristã não tenha nada a ver com a igreja. Pode freqüentar uma se quiser, mas também pode usar o tempo igualmente bem recebendo amigos em casa, passeando no shopping ou indo pescar. Pode comunicar com Deus em qualquer lugar, então quem precisa de igrejas?

      Antes de descartar ou desprezar a igreja na sua vida, não seria importante ver o que Deus diz a respeito dela?

      A igreja (grego, ekklesia) é um grupo de pessoas chamadas para saírem do pecado e pertencerem a Cristo. Jesus prometeu edificar a igreja dele (Mateus 16:18). Deus comprou a igreja com seu próprio sangue no sentido que ele comprou cada pessoa salva (Atos 20:28; cf. 1 Coríntios 6:20).

      Paulo frisou a importância de procedimento adequado “na casa de Deus, que é a igreja do Deus vivo, coluna e baluarte da verdade” (1 Timóteo 3:15). Embora a igreja não salva, ela tem um papel fundamental na divulgação do evangelho. Devemos valorizar a casa de Deus.

      Quando se trata da responsabilidade de participar de uma igreja, uma congregação local, o Novo Testamento não deixa dúvida. Além de muitos exemplos no livro de Atos e referências nas epístolas, encontramos instruções específicas que exigem a nossa participação nas reuniões de uma igreja. O autor de Hebreus claramente condena a atitude de pessoas que deixam de se congregar, porque negligenciam seu papel importante na edificação mútua (Hebreus 10:23-27).

      Outras instruções exigem a nossa participação nas reuniões da igreja para participar da Ceia do Senhor (1 Coríntios 11:17-34; cf. Atos 20:7), para juntar ofertas (1 Coríntios 16:1-3; Atos 4:36-37; 5:1-2) e para resolver questões de pecado na congregação (1 Coríntios 5:4-5). Discípulos de Cristo se juntam, também, para cantar hinos de louvor e edificação (Efésios 5:19-21) e para ensinar a palavra do Senhor (1 Coríntios 14:26).

      Pessoas que negligenciam estas responsabilidades, não participando dos cultos da congregação, desobedecem a Deus. Pecam contra os irmãos e contra o Senhor.

      Seja fiel na sua participação em uma congregação local. E não deixe de examinar tudo para verificar que a igreja onde você congrega esteja realmente agradando a Deus em doutrina e prática (1 Tessalonicenses 5:21-22).

      Excluir
  4. O amigo deve refletir sobre este seu estudo! em todas as áreas a lideranças ate mesmo no reino animal.
    Efésios 4:11 E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores, ...

    ResponderExcluir
  5. " Estas coisas vos escrevi acerca dos que vos enganam." l João, 2:26; João está dizendo que quem pratica a justiça é justo, "assim como ele é justo." l João, 3:7; no capítulo 2 e versículo 27 de l João, dez o seguinte: "E a unção, que vos recebestes dele, fica em vós, e não tendes necessidade de que alguém vos ensine; mas, como a sua unção vos ensina todas as coisas, e é verdadeira, e não é mentira, como ela vos ensinou, assim nele permanecereis." Portanto, o Espírito Santo é o nosso Professor, aquele que nos orienta e nos consola através de Cristo mediante à graça de Deus.

    ResponderExcluir
  6. JESUS É O SUMO PASTOR, E ELE DEIXOU ANJOS DENOMINADOS PASTORES PARA CUIDAR DA IGREJA, ADMINISTRA-LA, DIRIGI-LA, PRESIDI-LA, HOMENS QUE DEUS ESCOLHE E DEVEM SIM SEREM OBEDECIDOS, DEVEM SER RESPEITADOS E AMADOS. POIS NO DIA DO ARREBATAMENTO ELES IRÃO PRESTAR CONTA DIANTE DE DEUS DAS VOSSAS ALMAS. E QUEM DIZ O CONTRÁRIO SÃO FRACASSADOS DESOBEDIENTES E REBELDES.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valorize teu irmão, porque ele é a Igreja de Cristo; Respeite teu Pastor, porque Ele morreu na cruz para que você vivesse.

      Acaso foram padrecos da reforma protestante que morreram por ti?

      Esses caras se quer tem autorização de Deus para se fazerem a si mesmos pastores e fundarem instituições.

      Excluir
    2. “Tornou a perguntar-lhe pela segunda vez: Simão, filho de João, tu me amas?
      Ele lhe respondeu: Sim, Senhor, tu sabes que te amo. Disse-lhe Jesus:
      Pastoreia as minhas ovelhas” (Jo 21.16).
      “Atendei por vós e por todo o rebanho sobre o qual o Espírito Santo vos
      constituiu bispos, para pastoreardes a igreja de Deus, a qual ele comprou com
      o seu próprio sangue” (At 20.28).
      “... pastoreai o rebanho de Deus que há entre vós, não por constrangimento,
      mas espontaneamente, como Deus quer; nem por sórdida ganância, mas de boa
      vontade” (1 Pe 5.2).

      Excluir
    3. Sua denominação foi fundada por Paulo? Pelo sobrinho de Paulo? Pelo sucessor de Paulo? Tem algum documento apostólico de Paulo autorizando sua fundação? Se sua denominação não foi fundada pelos apóstolos, ela se quer tem autorização de Deus para existir tão pouco para representá-lo, concorda?

      20 mil denominações religiosas protestantes, que não se entendem! Contraditórias! Divergentes! Cada uma com a verdade que lhe convém. Quantas verdades são?

      Onde está a referencia bíblica de que um homem pode fundar “outras” instituições religiosas para representar a o Criador? (Efésios 2:20; Romanos 15:20)

      Qual é o sentido em seguir uma denominação fundada por qualquer Zé ninguém da reforma, ao invés de seguir “aquela deixada” por Jesus e pelos próprios apóstolos?

      Saiba a verdade sobre os verdadeiros ministros bíblicos.

      Existem palavras que não foram traduzidas e outras transliteradas, por isso pode nos confundir, exemplo, quando a Bíblia se refere a algum ancião “do mal”, eles traduziram para “ancião”, quando era “do bem”, traduziram para “presbítero”. Da mesma forma, fizeram com todos os cargos. Quando era ajudante do bandido, se chamava “ajudante”, agora quando era o cara do templo é colocado como “diácono”. Assim se justificou o sacerdócio, com uma manipulação nas traduções. Não era pra existir o sacerdócio: (Pastor, presbítero, diácono, obreiro, atalaia). Eles se fundamentam em passagens da Bíblia que contém esses nomes:

      Hoje, qualquer um pode abrir as escrituras e ter acesso a palavra de Deus, porque todo mundo sabe ler e escrever. Há 2 mil anos, não. Saber escrever era o equivalente a hoje saber engenharia da computação. Com os evangelhos não foi diferente. Os antigos precisavam de pessoas que soubessem ler, para poder divulgar a palavra de Deus. Foi daí que surgiu a necessidade de chamar essas pessoas para anunciarem a palavra boca a boca de forma organizada, servos pelo qual o evangelho era anunciado:

      ─ Presbítero/Bispo = Ancião
      ─ Obreiro = Trabalhador
      ─ Atalaia = Vigilante
      ─ Diácono = Ajudante
      ─ Pastor = Guia,

      Nomes não traduzidos para justificar um sacerdócio pastoral. Observe que apesar de Jesus nunca ter fundado uma instituição, esses nomes foram e são usados para justificar a existência de um clero religioso institucional, com seu clube, membros, seus cargos e hierarquias, todavia, nada em Jesus é profissional, institucional nem corporativista, tudo era espontâneo, todos eram servos uns dos outros. Todos temos acesso a palavra de Deus por escrito, devemos devemos anunciar o evangelho a quem não tem, não é pagar para um profissional fazer isso no nosso lugar, pregava-se o evangelho, não só com a escritura, mas principalmente, vivendo-o na vida, dia a dia.

      Os apóstolos não fundaram um clero sacerdotal, nem se portavam como líderes religiosos, mas simplesmente como irmãos, servos pelos quais o evangelho foi anunciado (1 Cor 3:4)! NÃO EXISTE UM SHAMAM ESPIRITUAL PARA GUIA-LO, EXISTE O EVANGELHO que foi proclamado por irmãos.

      Excluir
  7. Paulo éra perseguidor dos apostolos , e ele mesmo se intitulou apostolo, e tem muita contradição de seus ensinamentos e doutrina , pois ele pregou outro evangelho, so fazer as comparaçoes que Salvador ensinou e ele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas se não tiver Paulo, temos que virar judeus, pois o próprio Jesus não disse abolir as leis de Moisés, ele confirmou. Como que faz? Volta para o judaismo?

      Excluir
  8. GERALMENTE QUEM PREGA CONTRA PASTORES É PORQUE JÁ O DESRESPEITOU E FICOU FERIDO, SE TORNOU REBELDE E ESTÁ SOLTANDO O SEU VENENO DA ÍRA, O QUAL VAI LEVA-LO AO INFERNO!! DEUS SEMPRE USOU LIDERES NA SUA OBRA, TANTO NO VT COMO NO NT !! LEIAM A BÍBLIA E PROCURE ORIENTAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO DE DEUS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então se você prega contra o PAPA você foi ferido por ele? Que lógica é essa? Nós falamos da bilbia, agora se a bíblia afronta o que o sistema e o clero ensinam, não podemos fazer nada.

      Excluir
    2. Ludmilla, no meu caso, nunca fui aquilo que vc colocou acima, mas creio que o Senhor tem me despertado a algo. Faça exatamente isso que vc falou, estude a bíblia, leia sem qualquer tipo de conceito pré estabelecido pastoral, ou de qualquer homem, e pede para o Espírito Santo te conduzir. Você vai se surpreender.

      Excluir
  9. PERCEBO COM QUE ESPIRITO FALAM SOBRE QUESTÕES ESPIRITUAIS, COM CHACOTAS E DESRESPEITO, NÃO É ESSE O ESPIRITO QUE NOS FOI OUTORGADO, S ESPIRITO DA VERDADE , ANDA NA VERDADE, NAO NA MENTIRA E NEM NO ACHISMO DE SEITAS DIABÓLICAS QUE LUTAM CONTRA A VERDADE E CONTRA OS EVANGELISTAS DO REINO...PASTOR É UM DOM BÍBLICO SE NÃO ENTENDE ISSO, NEM PODE SER CRISTÃO, MUITO MENOS DEBATER SOBRE PRINCÍPIOS CRISTÃOS... SUSPEITO TENDO TANTO PARA O QUE LUTAR E DEFENDER EM PRÓ DO REINO, MUITOS SE LEVANTEM CONTRA OS QUE PROMOVEM O REINO...VIGIEM IRMÃOS!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A chacota é contra esse sistema pagão protestante que esta ai...

      O que as instituições chamam de ministério, não é o que os discípulos conheciam como ministério.

      O modelo é outro: Igreja é gente, as pessoas que seguem a Jesus e não instituição religiosa, templo era um só e foi abolido (João 2:19). No corpo de Cristo, todos são iguais, os apóstolos não fundaram um clero sacerdotal, nem se portavam como líderes religiosos, mas simplesmente como irmãos, servos pelos quais o evangelho foi anunciado (1 Cor 3:4) Não se pregava hierarquia, domínio, controle, prisão. Pastores, apóstolos, profetas eram dons, simplesmente tinham função de conduzir as pessoas a Cristo, (justamente por que não existia suas palavras por escrito como hoje). Uma vez que isso é feito sua missão estava terminada. Efésios 4:13-14

      • Jesus não deixou um clero sacerdotal, líderes e shamans espirituais, ele deixou discpípulos. Eles anunciavam tudo aquilo que Jesus ensinou para as pessoas que o desconheciam. (Mateus 28:20).

      • HÁ UM SÓ PASTOR, O CRISTO. NA GRAÇA NÃO EXISTE SHAMANS ESPIRITUAIS, seu pastor morreu por você na cruz, seus irmãos são membros um dos outros.

      • Além disso: Existem palavras que não foram traduzidas e outras transliteradas, por isso pode nos confundir, exemplo, quando a Bíblia se refere a algum ancião “do mal”, eles traduziram para “ancião”, quando era “do bem”, traduziram para “presbítero”. Da mesma forma, fizeram com todos os cargos. Quando era ajudante do bandido, se chamava “ajudante”, agora quando era o cara do templo é colocado como “diácono”. Assim se justificou o sacerdócio, com uma manipulação nas traduções. Não era pra existir o sacerdócio: (Pastor, presbítero, diácono, obreiro, atalaia). Eles se fundamentam em passagens da Bíblia que contém esses nomes:
      - Presbítero/Bispo = Ancião, pessoa idosa.
      - Obreiro = Trabalhador
      - Atalaia = Vigilante
      - Diácono = Ajudante
      - Pastor = Guia

      • Nomes não traduzidos para justificar um sacerdócio pastoral, facilitando os fundamentos bíblicos manipulados pelos interesses das organizações. Observe que apesar de Jesus nunca ter fundado uma instituição, esses nomes foram e são usados para justificar a existência de um clero religioso institucional, com seu clube, membros, seus cargos e hierarquias, todavia, nada em Jesus é profissional, institucional nem corporativista, tudo era espontâneo, todos eram servos uns dos outros.

      • Por isso, ao ler um texto devemos entender o enredo histórico, entender quem escreveu a epístola, para quem escreveu, por que escreveu, e quais foram as circunstâncias que levaram a pessoa a escrever, para não pegar o que foi contextual e direcionado para um público específico e não transformar em regra eclesiástica alimentada pela indústria da desinformação.

      Excluir